Defesa confirma que EXONERAÇÃO de GENERAL foi uma “resposta” às reclamações contra o COMANDANTE militar do SUL.

Defesa confirma que EXONERAÇÃO de GENERAL foi uma “resposta” às reclamações contra o COMANDANTE militar do SUL.

É de se estranhar que o Ministério da DEFESA informe que um GENERAL será sancionado e publique a íntegra de um documento que questiona atitudes de um militar que ocupa um altíssimo posto na hierarquia das Forças Armadas. Normalmente as decisões relacionadas a assuntos desse tipo são reservadas. Mas, esse caso parece que inaugura uma nova política em relação a esses procedimentos administrativos.

O site da DEFESA informa sobre o recebimento do requerimento, publicado aqui por Sociedade Militar, e diz que a resposta já foi encaminhada para o SENADO.

Aldo Rebelo informou ao senador que determinou ao Comando do Exército que tomasse as providências, com brevidade e o rigor que o caso requer, para apurar os fatos relacionados aos questionamentos apresentados no requerimento, e que adotasse as medidas necessárias, visando a assegurar que o Exército Brasileiro continue a se pautar no estrito cumprimento de sua missão constitucional e a transitar no seio da Nação com elevada credibilidade que a sociedade confere as suas Forças Armadas

gen pujolRebelo também deixa bem claro que a exoneração do general MOURÃO ocorre realmente em decorrência das repercussões de suas declarações.

A Defesa informa que ainda na semana passada o General Villas Bôas já havia antecipada ao Ministro que elaboraria documento sugerindo que Mourão seja exonerado de suas funções.

“Na semana passada, o comandante do Exército, general Eduardo Villas Bôas, antecipou ao ministro Aldo Rebelo que tomaria as providências…

É importante deixar claro que as nomeações para os cargos de generais não são feitas pelo Comandante do Exército, são de alçada da Presidente da República. O Comandante apenas INDICA os militares que prefere para ocupar cada cargo.

Segundo informa o Ministério da Defesa, o novo comandante Militar do Sul, sugerido pelo Comandante do Exército, será o general Edson Leal Pujol, ex-comandante das tropas no Haiti.

Revista Sociedade Militar

Share Button

Comentários