Paraquedistas se REVOLTANDO no RIO e General na Força Nacional! – RADICAIS de DIREITA – Incapazes de INTERPRETAR O QUOTIDIANO

Paraquedistas se REVOLTANDO no RIO e General na Força Nacional! – RADICAIS de DIREITA – Incapazes de INTERPRETAR O QUOTIDIANO

Na madrugada passada recebemos alguns áudios, que seriam para nós completamente descartáveis se não fosse preocupante na medida em que nos mostra o nível a que tem descido parte da sociedade que se auto-denomina como “de direita”. O assunto é lastimavelmente ridículo, mas dada a quantidade de gente que compartilha esse tipo de mensagem vamos desmistificar mais essa palhaçada.

Há um grupo que tenta convencer as Forças Armadas a intervir na política brasileira, até aí tudo bem, por mais improvável que isso seja de acontecer, como cidadãos eles têm o direito de pedir, dada a decepção e desespero diante de uma classe política quase que completamente corrupta. Contudo, enquanto parcela dos chamados intervencionistas realizam seus manifestos e fazem suas campanhas dentro da legalidade e sobriedade, parte significativa desse grupo cada vez mais se radicaliza e mostram que já não possui a mínima noção da realidade. Além de criar mentiras e lendas novas a cada dia, se apegam a falácias incríveis, como a criação de uma base russa (comunista!) no interior da Amazônia, que o comandante do Exército morou 15 anos na China e foi adestrado para hoje “implantar o comunismo” no Brasil, que os caças venezuelanos podem atacar Brasília e até dizem que o comandante da Força Nacional, que é um policial militar, é membro do MST. Essa gente não se dá ao trabalho de pesquisar um pouco, de dar um telefonema para um amigo militar ou para uma instituição pública para questionar sobre a veracidade de certas informações.

Na madrugada passada recebemos dois áudios de pessoas diferentes, os dois se completam no sentido de divulgar a informação que diz que a brigada paraquedista estaria de prontidão.  Segundo os áudios seria uma insurreição contra o fato de “a força nacional está com poderes acima das forças armadas”.. e “Villas Bôas está subordinado a ele”… vai acontecer militar contra militar”, “o golpe está começando agora a noite… oficial de dia revoltados”.

A maioria dos leitores frequentes da Revista Sociedade Militar não se “alimenta” com esse tipo de besteirol. Mas, para os que passam por aqui eventualmente um recado: acordem para a realidade, para ser um indivíduo politicamente ativo e influente é necessário tem uma mínima capacidade de interpretar o quotidiano. Forças Armadas e Força Nacional tem destinações completamente diversas.

“poderes acima das forças armadas”. Mas que besteirol! Quem comanda a Força Nacional é um policial militar no posto de coronel e é impossível que qualquer instituição policial no Brasil tenha maior “poder” que as Forças Armadas.

Se a nossa replica contra o uso dos militares das FA em ações policiais é justamente pelo fato de nossas instituições possuírem um poder de fogo e TÉCNICAS de ação infinitamente maiores e mais impactantes do que é necessário para atuar como polícia. A ação das Forças Armadas é devastadora se comparada com o que pode fazer qualquer instituição policial.

Não aconteceu nada disso relatado nos áudios/vídeos acima. Desculpem a franqueza, mas quem diz isso deve ser um grandíssimo desinformado ou, pior, ciente da incapacidade interpretativa de seus seguidores, só quer causar tumulto, ou brincar de manipulá-los. É mais uma grande mentira de gente que se diz de direita mas que, agindo como a esquerda, mente para espalhar a insegurança nas mentes mais despreparadas. É obvio que os militares das Forças Armadas estão sim indignados com a situação a que chegamos. Mas, assim como tem repetido os comandantes, sabemos que é necessário mais do que simplemente afastar os corruptos, precisamos de uma mudança profunda nas bases da nossa sociedade, precisamos de uma sociedade madura, que seja capaz de interpretar o quotidiano e solucionar seus próprios problemas.

Jamais atiraremos o BRASIL numa guerra intestina, não criaremos um caos que pode durar décadas em nosso país.

paraquedistas revoltados no rio

Se as Forças Armadas tiverem que realizar uma ação em grande escala esta será para retornar o país à estabilidade em caso de caos e jamais para fazer o contrário.

Revista Sociedade Militar

Share Button

Comentários