R$ 8 milhões liberados – CRISE MILITAR no Rio e Espírito Santo acaba beneficiando MILITARES de outros estados da federação.

R$ 8 milhões liberados – CRISE MILITAR no Rio e Espírito Santo acaba beneficiando MILITARES de outros estados da federação.

Militares do Rio de Janeiro continuam policiando a cidade de forma precária, mas as Forças Armadas já ocupam vários locais depois que o governo de PEZÃO admitiu que a polícia tem dificuldade para manter todo o efetivo nas ruas. Esposas persistem nas portarias de algusn batalhões e ainda é impossível prever como se desenrolará esse movimento, ja que as esposas de militares não têm até agora o apoio de qualquer político ou associação organizada. Na noite dessa segunda-feira foi divulgado um comunicado pelas redes sociais.

SnapCrab_NoName_2017-2-14_18-32-32_No-00

No Espírito Santo depois das ameaças de demissão e até de prisão de centenas de policiais, aos poucos a categoria retorna para o trabalho. Policiais que participaram de movimentos em passado recente conseguiram anistia no Congresso Nacional. Contudo, o próprio governo federal, procurando desestimular movimentos similares, declarou que não apoiará projetos de anistia.

No MATO GROSSO

O governo do estado do Mato Grosso, tentando acalmar a categoria anunciou hoje que os militares do estado ficarão de fora da reforma da previdência. Pulo Taques recebeu representantes de Associações de militares estaduais para conversar sobre a chamada reforma previdenciária da categoria.

O governador está extremamente solícito e simpático, ele disse: “Quero deixar a segurança muito melhor do que está. Vocês tem um aliado para tratarmos os diferentes como diferentes. Não há obstáculos, sou favorável a receber um estudo das Associações indicando o melhor modelo previdenciário”.

Rogers Jarbas, secretário de segurança, ressalta que é do entendimento do governo que a atividade de segurança pública é realmente muito diferenciada por oferecer risco, e que por isso os policiais merecem o tratamento diferenciado.

O secretário já anunciou também que há 8 milhões disponibilizados para os policiais receberem referente a auxilio fardamento e regularizar as dívidas do estado com esse item da categoria. “R$ 4 milhões para fevereiro, e mais R$ 4 milhões para março. Até o final do ano, mais R$ 4 milhões serão liberados.”

Revista Sociedade Militar

 

Share Button

Comentários