Onda de MIGRAÇÃO pelo mundo estaria “ENDIREITANDO” GAYS – – – Gays de direita

GAYS de DIREITA – tendência mundial

Na Alemanha cerca de 17% dos GAYS apóiam o partido de DIREITA em franco crescimento, o AFD. Na França, segundo a hornet, 36.5% dos eleitores LGBT apoiaram a FRENTE NACIONAL.

A tendência também pode ser observada  na Suécia, Noruega, Suíça, Holanda e Áustria.

O fato de lideres de direita se posicionarem contra o casamento homossexual não incomoda a maioria dos gays da França e Alemanha. A maior parte, como já é tendência entre os heterossexuais, nunca pretendeu casar e enxerga essa luta pelo direito ao casamento mais como algo simbólico do que realmente útil.   

O que é realmente importante

Na Europa crescem as denúncias de discriminação e assassinatos de homossexuais. Na França cinco homossexuais foram assassinados em Bordeaux, uma cidade onde a sociedade tradicionalmente não discrimina gays. Isso acabou acirrando a discussão sobre imigração e perda da liberdade e identidade nacional na França. Casos parecidos ocorrem em vários locais da Europa.

Ainda que omitidas pelas redes de TV, imagens de homossexuais atirados de um prédio depois que um tribunal islâmico os julgou culpados por serem gays assombraram o mundo há alguns meses. Isso tudo acaba aumentando muito o medo de uma radicalização e violento choque cultural. Em vários locais da EUROPA mulheres tem sido atacadas por manter comportamentos considerados “inadequados” por islamitas.

gays de direita militar

Todos conhecemos a chamada “Islamic morality Police” existente em países islâmicos, que denuncía e prende cidadãos que violem regras do islã. Contudo, pouco também se fala sobre o assunto e nenhuma das organizações humanitárias, predominantemente gerenciadas pela esquerda, tem a ousadia de tratar da questão ou propor sanções contra países como a Arábia Saudita.

Diante de tudo isso, qualquer cidadão, gay ou não, que ama a liberdade de religião e comportamento, normalmente se sentirá preocupado e com a esperança de que ao tratar-se do assunto imigração essas questões culturais sejam tratadas com o necessário rigor. Mas, a esquerda decepciona e se nega sequer a admitir a existência do problema, tratando qualquer menção como “islamofobia”. Portanto, a mudança da tendência política dos homossexuais mais esclarecidos acaba sendo natural.

Em todo o planeta a maior distribuição da informação tem esvaziado os exércitos esquerdistas. A própria divulgaçãio das bases históricas da esqueda tem abalado a fé na utopia socialista. O tempo dos useful idiots parece estar acabando.

No Brasil

No Brasil a questão, pelo menos por enquanto, não tem como pilar principal a discriminação islâmica contra homossexuais. A página Gays de Direita e várias outras com a mesma temática contam com milhares de seguidores que repudiam os posicionamentos da esquerda no país e a chamada hegemonia da esquerda entre os homossexuais. As questões mais abordadas são segurança pública, porte de arma, corrupção etc. 

No país não se vislumbra um partido político que se autodeclare como de DIREITA. O PARTIDO MILITAR BRASILEIRO, ainda em fase de legalização, aparentemente pretende assumir esse papel.

Vejam esse texto, publicado na página Homossexuais de direita:

A segurança do país precisa de alguém com pulso forte, para que os criminosos sejam tratados como o que são e os cidadãos de bem, pais de família sejam tratados como, também, o que são! Simples, eu não aceitar a inversão de valores no Brasil não é incoerente, incoerente é se dizer gay e não apoiar que nós tenhamos armas para nos defendermos… Sou gay, não me envergonho, mas não me orgulho também, orgulho de ser honesto, e de não me deixar levar por massas de manobra!  Sou Lucas L., gay, cursando direito, de direita…

Revista Sociedade Militar – Revista Militar – Revista de Geopolítica e Defesa

Share Button

Comentários