CADEIA para militar que ficou encurralado em tiroteio.

CADEIA para militar que filmou tiroteio

O subtenente bombeiro militar que divulgou nas redes sociais vídeo gravado enquanto se abrigava de tiroteio será punido com 9 dias de prisão. O militar e sua equipe permaneceram abrigados dentro de um CIEP enquanto ocorria intenso tiroteio. 

O subtenente SILVIO fez gravação com o próprio celular e na mesma nenhuma informação confidencial ou estratégica foi divulgada. O vídeo (veja aqui) – que já alcançou mais de 130 mil visualizações – serviu para mostrar a que situações estão expostos os militares que servem no Rio de JANEIRO.

Policiais, bombeiros, agentes de saúde e milhares de funcionários no RIO de JANEIRO não recebem seus salários em dia e permanecem ainda enfrentando situações inimagináveis. Mas, quando cometem qualquer falha, por menor que seja, são execrados pela imprensa, sociedade e até … superiores.

Com toda a certeza a sociedade carioca não se sentiu ofendida porque o militar divulgou a realidade. Talvez a sociedade fique muito mais ofendida por ver militares de altos postos, ocupando cargos por indicação política, não se movimentando para que a tropa seja tratada com dignidade e pelo menor receba seus salários miseráveis salários em dia.

Revista Sociedade Militar

Share Button

Comentários