fbpx
Geopolítica / Religião.

Situação complicada no SUDÃO. “Militares” acusados de estupro

Compartilhe

Situação complicada no SUDÃO. “Militares” acusados de estupro.

Um relatório da ONU revela que militares que combatem pelas forças oficiais do Sudão do Sul foram autorizados a “estuprar mulheres como forma de pagamento” durante a guerra civil de 2015. A ONU diz que a violação se transformou em “uma prática aceitável” pelos militares e pelas milícias armadas sob o seu comando.

De acordo com o alto comissário da ONU para os Direitos Humanos, Zeid Ra’ad al-Hussein, o documento “contém relatos detalhados e angustiantes de civis suspeitos de apoiarem a oposição, incluindo crianças e pessoas com deficiência, que foram queimados vivos, sufocados, baleados, enforcados em árvores ou fatiados em pedaços”.

“Trata-se de uma situação de direitos humanos entre os mais horríveis no mundo, com uma utilização em massa de violações como instrumento de terror e como arma de guerra”, disse Zeid Ra’ad al-Hussein, que considera que a situação dos direitos humanos naquele país está “entre as mais horríveis” do mundo.

De acordo com as Nações Unidas, “a maior parte das mortes de civis não parece resultar de operações de combate, mas de ataques deliberados das forças armadas”.

Revista Sociedade Militar

Compartilhe
Click to comment

You must be logged in to post a comment Login

Leave a Reply

Mais acessados da semana

To Top