fbpx
Política Brasil

Contas ligadas ao PSL e até de políticos militares foram removidas pelo FACEBOOK

Veja o texto publicado nessa quarta-feira pelo Facebook

“… removemos 35 contas, 14 Páginas e 1 Grupo no Facebook e 38 contas no Instagram que estavam envolvidas em comportamento inautêntico coordenado no Brasil…” 

A administração da mídia social disse que era um grupo com “atividade conectada que utilizavam uma combinação de contas duplicadas e contas falsas – algumas das quais tinham sido detectadas e removidas por nossos sistemas automatizados – para evitar a aplicação de nossas políticas. A atividade incluiu a criação de pessoas fictícias fingindo ser repórteres, publicação de conteúdo e gerenciamento de Páginas fingindo ser veículos de notícias”

A nota aponta também mensagens falsas ligadas à pandemia

“… Os conteúdos publicados eram sobre notícias e eventos locais, incluindo política e eleições, memes políticos, críticas à oposição política, organizações de mídia e jornalistas, e mais recentemente sobre a pandemia do coronavírus.”

A empresa diz que pessoas tentavam ocultar a identidade e que alguns eram ligados ao PSL

“… as pessoas por trás dessa atividade tentassem ocultar suas identidades e coordenação, nossa investigação encontrou ligações a pessoas associadas ao Partido Social Liberal (PSL) e a alguns dos funcionários nos gabinetes de Anderson Moraes, Alana Passos, Eduardo Bolsonaro, Flávio Bolsonaro e Jair Bolsonaro”

O número de sanções

  • Presença no Facebook e Instagram: 35 contas, 14 Páginas e 1 Grupo no Facebook e  38 contas no Instagram . Seguidores: Cerca de 883.000 contas seguiam uma ou mais dessas Páginas no Facebook, cerca de 350 pessoas se juntaram ao Grupo, e cerca de 917.000 pessoas seguiam uma ou mais dessas contas no Instagram. Publicidade: Cerca de US$1.500 gasto com anúncios no Facebook, pago em reais

Click to comment

You must be logged in to post a comment Login

Leave a Reply

Mais acessados da semana

To Top