fbpx
Geopolítica / Religião.

Índia descobre célula chinesa de ESPIONAGEM no país, três prisões

Compartilhe

Segundo publicado em jornais locais na Índia, um jornalista indiano foi preso por transmitir “informações confidenciais à inteligência chinesa”.  O caso tem relação com a lei de Segredos Oficiais da Índia foi  e foi registrado contra Rajeev Sharma, de 61 anos, no último domingo, 13 de setembro. Foram presos também uma chinesa e um nepalês, os dois são suspeitos de ter conexão com o caso, segundo comunicado da polícia.

Sharma é acusado de “trabalhar para oficiais de inteligência chineses”, o comunicado oficial explica que “documentos confidenciais relacionados ao Departamento de Defesa Indiano” foram encontrados em sua posse.

A chinesa presa se chama Qing Shi e seu associado nepalês se chama Sher Singh. Há informações de que com eles havia “enormes quantias de dinheiro” por meio de canais ilegais “para transmitir informações confidenciais à inteligência chinesa”. A China ainda não se manifestou sobre o caso.

Ainda não houve reação do lado chinês.

O jornalista Sharma de 2010 a 2014 escrevia uma coluna semanal para o Global Times, um jornal diário que pertence ao Partido Comunista da China. Em julho passado o jornalista escreveu outro texto para o mesmo jornal, o título é: “roteiro de reaproximação para Pequim e Nova Delhi”. 

Revista Sociedade Militar – Imprensa internacional

Compartilhe
Click to comment

You must be logged in to post a comment Login

Leave a Reply

Mais acessados da semana

To Top