TRAGÉDIA HUMANA E IMPUNIDADE na internet. Documentos secretos, Pedofilia e Crime. A rede Misteriosa é aberta.

TRAGÉDIA HUMANA E IMPUNIDADE na internet. Pedofilia e Crime. A rede Misteriosa é aberta.

http://sociedademilitar.com.br

Temos vigiado a rede por anos a fio e denunciado aquilo que de maia odioso ocorre por lá. Os diálogos no final desse texto são indícios de que ha até assistentes sociais envolvidos em ações terríveis contra nossas crianças. Eles estão por aí, rondando e buscando oportunidades. Precisamos estar atentos e o único motivo de (re)publicarmos o texto abaixo é para que a sociedade não “dormite”, fique de olhos abertos e não deixe suas crianças nas mãos de pessoas desconhecidas.

Não é, nunca foi e nunca será normal um adulto se sentir atraído por crianças e a tendência é que os acusados desse procedimento aleguem que se trata de uma doença, algo incontrolável.  Isso não pode ser admitido.

A enorme e misteriosa rede destituída de mecanismos de controle .

  Essa semana dedicamos algum tempo a realizar um tour por essa rede misteriosa, conhecida também por Deepnet, DarkNet, Undernet, ou Hidden Web. A deepWeb na verdade é uma parte da internet que contem informações não detectadas pelos buscadores comuns, como Alta Vista e Google. Normalmente a rede é acessada anonimamente por motores de busca especiais, que mascaram o IP. Entre eles destaca-se o TOR, que pode ser facilmente baixado na internet “convencional”. É proibido navegar na DeepWeb? Claro que não. As informações podem ser acessadas como em websites comuns, e assim como na internet revelada pelo Google e Yahoo você pode se deparar com sites que oferecem algum risco, como spam e vírus, só que numa dimensão bem maior.   

    A DeepWeb pode ser vista como um experimento importante. Alguns acham que sem os “freios” da internet normal essa grande rede vai deslanchar para o caos e rapidamente encontrar a auto-destruição, como supõe-se que ocorreria com uma sociedade sem leis, forças políciais ou equipamentos de vigilância. Mas não parece ser essa a tendência. Cada vez mais os elementos que destoam das praticas e atitudes aceitas socialmente também no mundo físico tem sido rechaçados, como ocorreu recentemente, quando o grupo Anonymous jogou no ventilador os nomes, e-mails e endereços de milhares de pedófilos que freqüentavam o fórum Lolita City, que possui milhares de fotografias de crianças exploradas sexualmente.

   A rede tem como lema a liberdade, e é muito útil, entre outras coisas, para postagens de informações importantes que alguém deseje tornar públicas, mas que poderiam comprometer os informantes. Serve também para encontrar dados de políticos, como endereços e telefones, e até para se informar em primeira mão sobre negociatas entre governos. Dizem que foi lá que Julian Assange, o mentor do Wikileaks obteve grande parte das informações que divulgou, criando grandes escândalos e expondo empresários e políticos de várias nações. Na DeepWeb você encontra uma página do Wikileaks com bastante informação importante sobre o Brasil, inclusive algumas transcrições de telegramas do governo norte-americano para o brasileiro, orientando que o governo fizesse doações para os governos da Palestina e Afeganistão.

     Para se encontrar conteúdo com alguma utilidade é necessário paciência e alguma habilidade. As informações não obedecem a mesma disposição e layout agradável encontrados normalmente na rede visível. Há muitos arquivos e textos apresentados como secretos e confidenciais, mas que não passam de informações antigas e redundantes, como um manual de utilização do fuzis FAL e M16 e o  manual de Guerrilha de Mariguella. Encontramos também muitos tutoriais para construção de bombas caseiras e fotografias tiradas por soldados americanos em operações no Afeganistão. Como dizem, na DeepWeb há muito ouro, mas é necessário garimpar.

   Os valores vigentes na DeepWeb na verdade não são diferentes daqueles a que estamos submetidos na internet comum, o que ocorre nessa parte da rede é um sentimento de impunidade gerado pela certeza de que não pode-se ser identificado, já que os IPs de quem acessa e posta informações são camuflados e escolhidos aleatoriamente por redes de computadores ligadas aos browser por onde se faz o acesso.

 

    A maioria dos indivíduos não precisa estar submetido à vigilância constante para que tenha uma conduta dentro da normalidade, dentro do que se espera de um cidadão racional e honesto. Mas há elementos desviantes, estes, em um ambiente de liberdade normalmente exageram e cometem atos que nunca seriam realizados diante de outras pessoas. Alguns, como mencionamos no início, advogam que a sociedade deveria ser destituída de mecanismos de controle externo, como câmeras, registro de digitais etc. A DeepWeb é um ótimo experimento para verificar isso, é uma mini-sociedade fervilhando por debaixo das cortinas dos browsers comuns, se essa própria sociedade for capaz de sobreviver harmoniosamente, com a maioria honesta e sensata expulsando a minoria “destoante” estará provado que é possível o “auto-controle”. Quem viver verá.​http://sociedademilitar.com.br

PEDOFILIA na DeepWeb.

   Como ja mencionamos, nem todos os seres humanos sabem aproveitar a liberdade. Na rede oculta testemunhamos cenas tremendamente chocantes, alguns “lugares” são usados como uma espécie de paraíso de pervertidos, principalmente pedófilos. O que reforçou nossa convicção de que esse tipo de comportamento é altamente condenável e digno das punições mais rígidas possíveis.  Na DeepWeb ha um fórum freqüentado livremente por pedófilos. Depois que a ação do grupo Anounymous divulgou nomes e e-mails de grande parte dos freqüentadores o fórum diminuiu de tamanho, mas aos poucos ele vai retomando seu movimento “normal”.      

    A pedofilia está em alta no mundo, e por mais inacreditável que seja, há grupos dispostos a legalizar essa prática. Uma organização norte-americana, a A4U-ACT advoga em favor desse tipo de comportamento, usando termos como “reações da sociedade contra comportamentos estereotipados” e  dizendo que os pedófilos são “injustamente estigmatizados e demonizados”. Na Holanda um partido que apóia abertamente a pedofilia conseguiu seu registro e já pretende lançar candidatos nas eleições, sua primeira meta é legalizar a pornografia infantil e reduzir a idade em que é permitido relações sexuais com adultos.

  Assim como o Anounymous conseguiu identificar endereços e e-mails de pedófilos freqüentadores de fóruns na deepweb, cremos que as instituições de segurança são capazes de fazê-lo. Qualquer pessoa decente que vê as imagens que vimos se indigna e fica profundamente incomodada com a exploração sexual de muitas crianças, algumas de menos de três anos de idade. Países como EUA e Brasil tem advogado bastante em prol dos direitos dos homossexuais, mas parece que não se preocupam tanto com a exploração sexual infantil. Algumas autoridades parecem ter a intenção de fazer com que a sociedade considere como algo normal que crianças de menos de doze anos de idade ja tenham uma vida sexual ativa, discordamos veementemente disso e combatemos com todas as nossas forças.

   Num dos fóruns de pedófilos (trasncrição abaixo) um estagiário de assistência social conversa sobre as possibilidades de conseguir crianças para abusar. Outro participante diz que estudou psicologia para ter mais acesso a crianças, este diz que um amigo adotou uma criança no Pará para usá-la como escrava sexual. Um dos participantes diz, em certo ponto da conversa, que “ter relações sexuais com crianças é diferente de abusar”. 

      Daqui por diante o artigo passa a transcrever conversas e exibir algumas fotografias encontradas na DeepWeb, se você quer conhecer mais um pouco da maldade e perversão humana continue por aqui. Esperamos que nossos leitores fiquem realmente chocados com o que vão ler, e ver.  Algumas palavras são termos específicos usados pelo grupo em questão. Toddler, por exemplo, significa criança de 0 a 6 anos. Decidimos não publicar nenhuma das imagens que infelizmente vimos, você não merece vê-las, e as crianças, mesmo que ocultemos suas faces, não merecem ser mostradas.

Extrato de páginas de um fórum encontrado num site na deepweb.

O fórum se Chama LO LI TA Ci Ty. Abaixo os excertos de conversa / mensagens encontrado.

Estamos Atentos

Robson A.DSilva. Escreve para: http://sociedademilitar.com.br