General discorre sobre a INTERVENÇÃO militar.

SplitShire_IMG_6632O militar explica claramente os motivos pelos quais não apóia qualquer tipo de ação das Forças Armadas contra o governo em exercício. Militares e Intervenção.

“Sou General de Brigada da reserva. Deixar bem claro meu pensamento… Refiro-me as manifestações populares e a intervenção militar. Acredito e apóio manifestações populares, desde que ordeiras… Não aceito e nem me permito dar apoio a manifestações que incluem baderna, vandalismo ou que pretendam estimular pessoas , grupos ou autoridades a descumprirem as normas constitucionais.”

O assunto esquenta nas redes e nas ruas. Alguns grupos insistem e outros rechaçam. Direita dividida ainda na gênese?