Geopolítica / Religião.

Somos sim islamofóbicos, assumimos. Temos medo do islamismo radical. Ninguém se manifestou! Gays foram atirados de edifícios e igrejas brasileiras destruídas.

555555555553itledSomos sim islamofóbicos, assumimos. Temos medo do islamismo radical. Gays foram atirados de edifícios e igrejas brasileiras destruídas. Ninguém se manifestou! 

Como já era de se esperar, nem o governo nem qualquer entidade de defesa de direitos humanos emitiu qualquer nota sobre as recentes e já freqüentes atrocidades cometidas por radicais islâmicos. Alega-se que qualquer declaração ou manifestação poderia ampliar o ódio contra os islâmicos, o que chamam de “islamofobia”.

Podemos nos manifestar contra o PAPA, enfiando crucifixos em partes genitais. Não seremos chamados de cristofóbicos. Podemos nos manifestar em uma igreja em que um pastor faz um preleção. Não seremos chamados de cristofóbicos. Não podemos nos manifestar em frente e uma mesquita, pedindo que acabe o terrorismo advindo de radicais islâmicos, pois seremos chamados de islamofóbicos.

Enquanto na Europa as fotografias dos Gays lançados de prédios teve circulação estrondosa (veja aqui), as redes de TV do Brasil omitiram a informação do grande público. Isso foi um grande absurdo que sequer foi comentado por articulistas de grandes sites. Todo mundo tem medo de ser chamado de “qualquer coisa Fóbico”.

Na época da chamada “primavera árabe” várias repórteres ocidentais foram terrivelmente assediadas. Muitas foram agredidas, ofendidas, chamadas de judias e tiveram que se retirar dos locais por conta da violência dos atos. Pouquíssimos meios de comunicação ousaram tocar nesse assunto. Sabem o motivo? Tiveram medo de serem taxados de ISLAMOFÓBICOS.

egito inseguro7-7_No-00

Não é racional acreditar que opiniões negativas, ou divergentes, em relação a determinada crença religiosa, ou comportamento humano, possa instigar racismo, ou “qualquer coisa fobia”.

No sentido exato da palavra, toda a sociedade ocidental tem sim islamofobia, já que a palavra significa exactamente MEDO DO ISLÃ, e não preconceito contra islamitas, como querem fazer parecer.

O termo terminado em FOBIA tem sido usado como um tipo de chantagem emocional. _Oh! Eu sou um coitadinho, vocês têm XXfobia contra o meu grupo. Qualquer ação individual contra membros é atribuída a tal Xfobia. Nesse sentido, se um individuo de determinado grupo é assaltado e espancado, isso ocorreu não porque qualquer pessoas corre o risco de ser assaltada e espancada, mas por existir Xfobia e por isso deve-se oferecer proteção especial a essas pessoas.

Vejam só o que foi noticiado recentemente na Europa: Numa conferência de imprensa, transmitida em direto pela cadeia NTV em Djibouti, onde se encontra em viagem oficial, Erdogan (Presidente da Turquia) disse: “Estamos a pôr à prova a Europa. Pode a Europa digerir uma Turquia cujo povo é islâmico? Poderá acolhê-la como membro? Está contra a islamofobia ou não? Se está contra deve aceitar a Turquia”.

Quem não tem medo do islã? Massacres terríveis tem sido perpetrados em vários locais do planeta. Ontem dois japoneses possivelmente foram decaptados.

Em hipótese alguma qualquer pessoa pode ser maltratada por conta de sua opção religiosa, sexual ou opinião política. Contudo, deve sempre existir liberdade para se dirigir críticas aos radicalismos e discutir comportamentos.

Para que a discriminação acabe, principalmente por estarmos em um mundo amplamente conectado e globalizado, é extremamente necessário que os governos se unam no sentido de fomentar a liberdade religiosa e de discussão em todo o planeta.

Em países árabes onde o cristianismo é proibido é então de se esperar que exista ódio contra os cristãos. As crianças são ensinadas a abominar o cristianismo. Então, é de se esperar que sempre existam voluntários para explodir igrejas e matar cristãos. Também é obvio que esse ódio pode ser exportado, já que cada vez mais as pessoas transitam entre países.

Enquanto esse tipo de discriminação ocorrer em um único país, isso vai produzir rancor e vingança, gerando conflitos em vários outros locais.

Recentemente um ex-superintendente da Agencia Brasileira de Inteligência divulgou no site Revista Sociedade Militar (AQUI) um texto em que adverte sobre o que diz ser inevitável, uma guerra mundial imposta pelo islã com base em sua sanha por criar um estado islâmico global.

Será difícil colocar no ar em rede nacional, em vários países, líderes islâmicos dizendo aos seus fieis que não é racional impor sua religião por meio da força?

Sim, é verdade, eu tenho islamofobia, eu tenho medo que radicais islâmicos entrem em nosso país e façam nossos cidadãos vítimas dessa sanha maligna de impor sua religião.

 Robson A.D. Silva – Sociólogo.

Mais acessados da semana

To Top