Wikipédia e insanidade. Perfis vandalizados. Reconstrução do passado. Olavo de Carvalho e Esquerdistas têm seus perfis modificados. Um para pior, outros para melhor.

Wikipédia e insanidade. Perfis vandalizados. Reconstrução do passado. Olavo de Carvalho e Esquerdistas têm seus perfis modificados estrategicamente.  Um para pior, outros para melhor.

Sem sombra de dúvida, a maior parte das informações que trafegam nesses últimos anos passa pelos diversos “canais” da internet. De estudantes do ensino fundamental a PHDs, quase todas as pessoas em algum momento de suas vidas consultam a grande rede para fazer trabalhos escolares, solucionar algum problema, ou  agregar conhecimento no sentido de formar opinião sobre algum assunto.

No Brasil é notório que a esquerda tenta “limpar” o seu passado, no intuito de se tornar mais confiável para a sociedade, e assim empreender, sem vigilância, seu projeto de futuro do país. Nota-se que tentam fazer do Brasil o novo laboratório socialista do séc. XXI. assim como têm feito na Venezuela. Portanto, todos tem de estar atentos ao tipo de informação que “consomem”. Deve-se sempre levar em consideração a bibliografia, fonte, autor etc.

Perfil de Olavo de Carvalho sofre constantes ataques.Repetimos sempre a frase que diz que é preciso conhecer o passado para entender o presente e construir um futuro melhor. Levando isso em consideração, percebemos que a estratégia esquerdista de mudar o passado faz com que a sociedade não perceba o que de errado está acontecendo no presente, e muito menos o que está sendo planejado para o futuro de nosso país.

Uma das formas mais usadas atualmente para modificar o passado é construir sites, blogs e divulgar informações tendenciosas em enciclopédias, dicionários online e formulários de comentários. Após isso é realizado um amplo projeto de troca de links, curtidas no facebook e tuitadas, com a intenção de rankear melhor os sites, fazendo com que apareçam em melhores colocações nos resultados do Google, Yahoo e outros browsers.

Um membro do Partido dos Trabalhadores chega a possuir sites com nomes que supostamente dizem respeito a jogos, concursos etc. Mas, que na verdade direcionam os visitantes para o site ou fanpage do PT.

Experimente clicar no link a seguir para abrir essa página, que seria de GAMES. http://gamesparacelular.com.br

Ou clique nesse link que seria para uma página de apostilas para concursos. http://apostilaspraconcursos.com.br

A esquerda também tenta mudar a história de lideranças que lutam contra a corrupção e táticas de manipulação da sociedade. O líder do Grupo Revoltados Online sofreu uma tentativa desse tipo ha pouco tempo, já denunciamos isso (AQUI).

Há quatro meses, agosto de 2014, novamente a Wikipédia foi sabotada. A Folha de S.Paulo revelou que equipamentos instalados na sede do governo brasileiro tem sido utilizados para apagar de perfis na Wikipédia informações sobre processos criminais e corrupção de políticos do Partido dos Trabalhadores. O jornal informa que a página do candidato do PT ao governo de São Paulo, Alexandre Padilha, que citava suspeitas de corrupção, foi alterada por servidores federais. As mudanças teriam sido realizadas antes do início da campanha.

Essa semana, em 4 de janeiro de 2015, o verbete Costa e Silva na Wikipédia, relacionado ao presidente e general Costa e Silva, foi adicionado à categoria ditadores. O mesmo usuário, Max51, adicionou também os verbetes Humberto de Alencar Castelo Branco  e João Batista Figueiredo à categoria DITADORES. Mostrando muito bem que ha pessoas muito empenhadas em revisar a história do país o mais rápido possível. Um dos revisores da enciclopédia digital retirou Costa e Silva da categoria DITADORES, alegando que não ha consenso sobre isso. Porém, pouco depois, Max51 refez sua alteração, colocando o general no Rol de inimigos da democracia.

Em 2013 denunciamos modificações (AQUI) que teriam sido realizadas na Wikipédia, em verbetes sobre terroristas e militantes de esquerda. As modificações tentavam dar aos esquerdistas um “que” de heróis da democracia.

Por exemplo: em relação ao guerrilheiro morto Edson Gurjão Farias, constava que teria participado da implantação da guerrilha no Araguaia para lutar CONTRA A DITADURA MILITAR (Print abaixo). O que nem de longe era verdade, a guerrilha no Araguaia foi implantada com a intenção de ajudar na implantação de um regime comunista no Brasil. Algum tempo depois o verbete foi re-escrito. Observa-se também que o verbete foi montado com base em um site altamente tendencioso, o vermelho.org.

Texto wikipédia verbete Bergson Gurjão

Essa semana foi denunciado mais um ataque. Foi sabotado o perfil do Filósofo Olavo de Carvalho na Wikipédia. O filosofo pode ser considerado como um dos mestres em informação via grande rede. Tem participação em vários sites, entre eles o Jornal do Comércio e Mídia sem Mascara. Segundo pesquisa realizada pela Revista Sociedade Militar (VEJA AQUI), Olavo foi um dos principais formadores de opinião por meio das redes sociais em 2104.

Segundo Olavo, o “sabotador” normalmente alega insanidade mental para não ser sancionado por seus atos. Consultamos a enciclopédia virtual e percebemos que as alterações, já foram corrigidas. Ao que parece o perfil do sabotador foi excluído da enciclopédia. Um dos revisores explica que se trata de um desafeto antigo do filósofo, que o considera um radical islâmico. Veja abaixo.

SnapCrab_NoName_2015-1-6_11-6-34_No-00

Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional. Para republicação/ distribuição em mídias comerciais consulte o editor desse site pelo e-mail [email protected] /[email protected] Robson A.D.Silva.