Livros, resenhas, pesquisas etc.

Intervenção Militar x Impeachment. Análise de menções em redes sociais.

Revista Sociedade Militar.

A pedido de colaboradores a Revista Sociedade Militar realizou uma pesquisa de menções relacionadas aos dois movimentos anti-governo. Sabemos que as redes sociais atualmente fornecem uma ótima amostragem dos assuntos que estão em pauta nas discussões politicas/sociais.

outro dado0-38-9_No-00  O auge dos movimentos intervencionistas ocorreu em 2014, com as comemorações de 50 anos da intervenção militar de 1964. Consideramos que os movimentos intervencionistas, principalmente por sua atividade intensa nas redes sociais, com a formação de grupos com algumas centenas de milhares de pessoas, foram primordiais para a formação do movimento de oposição que tem conseguido gerar grande déficit político no governo petista.

  Com o passar dos meses alguns grupos deixaram de lutar por intervenção militar, optando por soluções chamadas democráticas, como o gigantesco Revoltados Online, com mais de 500 mil membros. Outros grupos também grandes, como o Pesadelo dos Políticos, permanecem em sua luta para que os militares intervenham e reiniciem o processo democrático no país.

Outros grupos parecem ter sido um pouco mais prejudicados pelo dilema entre intervenção militar ou impeachment. Foi o que aconteceu com o MBR, que se diluiu. Alguns membros saíram e acabaram se reagrupando em torno de uma nova sigla, chamada Movimento Unificado.

impeainterv10_0-15-10_No-00  Uma análise de redes sociais no último mês, mostra que as menções a intervenção militar estão decrescendo, enquanto as menções ao IMPEACHMENT têm crescido rapidamente.

 Ao que parece, as desavenças ocorridas no final de 2014, quando os intervencionistas foram repudiados em várias manifestações em São Paulo, fez com que ocorresse uma diminuição na intensidade de sua luta.

  As 23:45 de 9 de fevereiro de 2015, usando a ferramenta Meltwater, a revista Sociedade Militar mediu cerca de 25,7 menções por minuto (1540/hora) relacionadas ao impeachment de DILMA. As menções a intervenção eram apenas 0.53 por minuto, ou 32 por hora. Para que na aferição de menções a impeachment não fossem computadas eventuais citações em outros países, foi incluída a palavra Dilma.

Observe no gráfico abaixo que em 09 de fevereiro as menções a Intervenção Militar no Twitter foram 329. As menções ao IMPEACHMENT foram 11.357.

Dados coletados usando o twitter. (Ferramentas scup e topsy)

mencoes5-2-9_22-54-57_No-00

Mais acessados da semana

To Top