Destaque

Ele tem o poder de colocar o processo de IMPEACHMENT em andamento. Mas não o fez. Ele ousou desafiar o poderoso PT e já é perseguido pelos “soldadinhos” da esquerda, por onde quer que ande.

Ele tem o poder de colocar o processo de IMPEACHMENT em andamento. Mas não o fez. Ele ousou desafiar o poderoso PT e já é perseguido pelos “soldadinhos” da esquerda, por onde quer que ande.

paraibaagesO Partido dos Trabalhadores vem sofrendo seguidas derrotas no CONGRESSO. Essa semana ao Plenário da Câmara dos Deputados aprovou, por 298 votos a 95, emenda do deputado Alfredo Kaefer (PSDB-PR) à Medida Provisória 661/14 e proibiu o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) de se recusar a fornecer informações sobre operações de empréstimo com base em sigilo contratual, incluindo aí empréstimos para obras no exterior.

Com isso uma das solicitações feitas na grande manifestação de São Paulo e também nas que ocorreram no final de 2014 foi atendida.

O gayzismo petista também não tem mais qualquer possibilidade de entrar na pauta do Câmara. Foi aberta uma nova CPI da Petrobrás.

Foi colocado em andamento uma PEC de reforma política que diverge totalmente da proposta do Partido dos Trabalhadores.

Definitivamente o PT não manda mais no Congresso Nacional. A mobilização da sociedade esclarecida, realizada antes das eleições de 2014 e que aconselhava a não votar em candidatos do Partido dos Trabalhadores, com toda certeza foi bastante eficaz e deixou o partido isolado na casa legislativa.

Agora, sem dinheiro para distribuir, o partido de LULA e DILMA tende a ficar cada vez mais distante da possibilidade de ver suas propostas aprovadas com facilidade.

Impeachment.

Cunha, um dos potenciais substitutos do Presidente em caso de IMPEACHMENT, disse que esse procedimento ainda não cabe no caso de DILMA. Contudo, ainda assim, por onde vai, sofre perseguição da militância petista. Essa semana, na Paraíba, o deputado foi perseguido e quase não pode discursar por causa da ação de militantes LGBT e da CUT. O político disse que o culpado pela bagunça que ocorreu foi o deputado Anísio Maia, do PT.

Se o Brasil fosse parlamentarista cunha hoje ocuparia o lugar de Dilma Roussef. Portanto, de forma alguma pode-se desprezar o seu poder.

Pelo que conhecemos do PT e de Dilma Roussef, bastaria uma conversinha de bastidores com a Presidente, e uma singela ameaça de que pode colocar uma das várias propostas de IMPEACHMENT em votação, para que DILMA fique aterrorizada e determine a sua legião de militantes pagos que deixe Eduardo Cunha em paz.

Mas Cunha não fez isso e alguns podem estar se perguntando o motivo.

Estaria acumulando massa crítica?

“O PT mostra sua intolerância em todos os locais, faz movimentações orquestradas movimentando seu braço sindical quando deveria está na CPI da Petrobrás, ouvindo os depoimentos e cobrando soluções em vez de impedir o debate da reforma política”, disse Eduardo Cunha.

Robson A.D.Silva — Revista Sociedade Militar.

2 Comments

You must be logged in to post a comment Login

Leave a Reply

Mais acessados da semana

To Top