Destaque

Não ACABOU ainda! Mais indenizações podem ser concedidas. Ex-Militares São Ouvidos pela Comissão da Verdade Carioca.

mais indenização1   Como se sabe, muitos militares brasileiros, oficiais e praças, aderiram à luta para introdução de um regime comunista no Brasil. A esquerda sempre foi hábil em seduzir jovens ainda sem experiência de vida e facilmente cooptáveis por um sistema que promete o paraíso na terra. O movimento dos marinheiros no Rio, acorrido antes da contra-revolução de 31 de março, apesar de ter começado com base em solicitações plausíveis, se desvirtuou e pode ser exemplo de um grupo que ofereceu várias vítimas para o assédio da esquerda.

O próprio cabo Anselmo foi um dos enganados. Depois de ter ido à CUBA e testemunhado com os próprios olhos o que era na verdade uma ditadura comunista, o militar resolveu mudar de lado. Mas, não havia mais possibilidade de retornar oficialmente às fileiras, permaneceu então como uma espécie de espião. Hoje Anselmo é considerado traidor por ambas as partes. Mas, muitos militares permaneceram na luta ao lado da esquerda, alguns por puro medo de serem justiçados se saíssem, outros por opção realmente.

Essa semana os jornais anunciaram que mais MILITARES TORTURADOS foram ouvidos pela Comissão da Verdade do Rio de Janeiro. A Comissão, que antes foi presidida por Vadih Damous, que agora é deputado federal, é presidida por Rosa Cardoso. Na verdade a palavra torturados é usada, como sempre, precocemente e para chamar a atenção. Nada foi ainda comprovado. Foram ouvidas 16 pessoas que prestaram o serviço militar entre 1964 e 1985. Foram relatados supostos casos de tortura, perseguição, abusos durante treinamentos militares.

Um dos depoentes conta que foi torturado porque teria comentado em casa que era simpático às idéias de João Goulart, agentes teriam ido a sua casa e questionado seus pais, O ex-militar diz que depois de alguns dias foi jogado numa espécie de calabouço onde foi surrado e permaneceu preso por três dias. O ex-militar disse que manteve isso em segredo até bem recentemente e que só conseguiu falar por causa das “clinicas do testemunho”.

As “clinicas do testemunho” foram criadas para auxiliar ex-militares que teriam sofrido “perseguição psicológica” durante a ditadura militar.

A idéia e conseguir reparação e indenização semelhante a que os presos políticos recebem.

Revista Sociedade Militar.

1 Comment

You must be logged in to post a comment Login

Leave a Reply

Mais acessados da semana

To Top