Estado ISLÂMICO usando armas químicas

Estado ISLÂMICO usando armas químicas

Os terroristas do Estado Islâmico  usaram armas químicas contra as unidades curdas no norte do Iraque.

A denúncia foi feita pelo representante das forças curdas, Sirvan Barzani.

“O Estado Islâmico atacou Peshmerga perto da cidade de Abu, na região de El Kuweir (50 km ao sudeste de Mosul), com o lançamento de 12 mísseis com produtos químicos”, disse o representante, acrescentando que seis soldados curdos foram afetados pelo ataque.

No início de abril, o jornal The Wall Street Journal publicou um texto informando que os terroristas do ISIS da região de Mosul conseguiram estabelecer a tecnologia e a produção de “nova geração de dispositivos explosivos”, incluindo armas químicas. De acordo com a publicação, eles produziram explosivos e armas químicas a partir de peróxido e nitrato, elementos básicos para explosivos improvisados.

O grupo terrorista não possui qualquer pudor em usar os artifícios mais escusos. Essa semana ressurgiram as acusações de que o ISIS sacrifica seus próprios feridos para angariar recursos.

“Os médicos têm sido ameaçados para extrair órgãos dos corpos dos soldados feridos, como corações e rins”, relata a mídia local. terroristas acuados ​​em seu orçamento por causa das perdas recentes de território em Mosul e por conta do grande número de baixas e vítimas registradas em suas fileiras. O Estado islâmico não parece ser capaz de cobrir os custos envolvidos no tratamento de feridos, por isso decidem tirar proveito dos órgãos no mercado negro para financiar futuras operações militares.

Sociedade Militar