Forças Armadas

Ressuscitando a GUERRA FRIA. Rússia cogita abrir BASES militares em CUBA e Vietnam

base russa em CUBA

base russa em CUBA

Pivots da guerra fria nos anos 60 e 70, Cuba e Vietname são antigos aliados comunistas de Moscou.

A Rússia admitiu nessa primeira semana de outubro que é verdade que estuda a reabertura de bases militares em Cuba e no Vietname. A afirmação foi feita pelo vice-ministro da Defesa russo, Nikolai Pankov.

“Estamos trabalhando nisso”, disse Nikolai Pankov em declarações aos jornalistas, sem dar mais detalhes sobre as negociações.

Cuba e Vietname foram dois pontos quentes da Guerra Fria, já que tanto a então União Soviética como os Estados Unidos tinham bases militares nestes dois países estratégicos.

A intenção de recuperar as bases navais russas nestes dois países já tinha sido anunciada pelas autoridades russas há poucos anos. Mas o assunto esfriou.

Pouco tempo depois de ter chegado ao poder em 2001, o Presidente russo, Vladimir Putin, fechou uma base de espionagem situada em Lourdes, aberta em 1967 e que era o remanescente da presença soviética na América Latina. Na época a decisão de PUTIN foi criticada por alguns líderes militares russos.

Em dezembro de 2008, uma frota russa liderada pelo contratorpedeiro anti-submarinos Almirante Chabanenko atracou em CUBA, o que não ocorria desde os anos 90.

É evidente que nos últimos anos, os dois países têm tentado restabelecer a estreita cooperação que mantiveram durante a época da União Soviética. O presidente cubano jê se reuniu com PUTIN várias vezes.

O Kremlin (sede da Presidência russa) saudou o restabelecimento das relações diplomáticas entre Cuba e os Estados Unidos, anunciado em julho de 2015, mas critica ainda a manutenção do embargo.

Algumas perguntas importantes:

O que PUTIN pretende ao projetar poder para tão longe de seu país? O estabelecimento de BASES russas na América Latina pode ser visto com estranheza pelos EUA?

Revista Sociedade Militar

Click to comment

You must be logged in to post a comment Login

Leave a Reply

Mais acessados da semana

To Top