Perseguição à “VANGUARDA UNIDA PAULISTA”.  Exército faz grande operação de SIMULAÇÃO de CAPTURA

Perseguição à “VANGUARDA UNIDA PAULISTA”.  Exército faz grande operação de SIMULAÇÃO de CAPTURA.

O Exército Brasileiro permanece ininterruptamente em adestramento e preparação para todas as situações possíveis. Um grande ação simulada de cerco e incursões ocorreu nos últimos dias em um bairro da Zona Rural de Pirassununga, no interior do estado de São Paulo e contou com a participação de cerca de 600 militares da Força de Atuação Estratégica (FAE) Anhanguera, da 11ª Brigada de Infantaria Leve (11ª Bda Inf L).

A movimentação das tropas iniciou ainda de madrugada. A Força de Atuação Estratégica Anhanguera acionou os efetivos de suas quatro Subunidades de Força de Atuação Estratégica, que estavam atuando em  Leme, Santa Cruz da Conceição, Analândia e Pirassununga.

Depois do cerco ser implementado os militares entraram no bairro a pé e em viaturas de reconhecimento e/ou  blindadas, como o Urutu, que veio do 13° Regimento de Cavalaria Mecanizado.

A finalidade da operação foi simular a captura de líderes e colaboradores de milícia figurativa batizada de Vanguarda Unida Paulista.

O Estado-Maior da FAE Anhanguera acompanhou e monitorou as ações da operação de cerco e investimento de dentro da Viatura de Comando e Controle da 2ª Companhia de Comunicações Leve, onde tinham acesso ao Sistema Pacificador e a imagens de câmeras.

Segundo o Exército “Em uma situação real, a mobilização das tropas federais ocorreria mediante a homologação de uma Diretriz Presidencial, motivada por solicitação do Governador, para cooperação na manutenção da segurança pública regional, em face da insuficiência dos meios disponíveis.”

Revista Sociedade Militar