Barraco! Grupo que ia “prender Michel Temer” se desentende com Célio Evangelista e quase saem no pau.

Confusão em Brasília. Grupo que ia “prender Michel Temer” se desentende com Célio Evangelista e quase saem no pau.

A coisa está mais complicada do que parece. Na ânsia de resolver “magicamente” a situação do país algumas pessoas têm praticado atos controversos e a cada dia surgem novos personagens, cada vez mais esdrúxulos.

Nessa terça-feira militares que fazem a segurança do Palácio do Planalto observavam – meio sem graça – uma confusão que ocorria nos arredores entre um grupo de intervencionistas chefiado por um oficial do Exército e outro grupo liderado por homem chamado Célio Ferreira, que se diz “presidente interventor do Brasil”. Ambos têm milhares de seguidores nas redes sociais e sua influência é assustadora. Um dos vídeos postados em grupo ligado ao movimentos em apenas algumas horas alcançou mais de 470 mil visualizações.

Os grupos, que a princípio estavam unidos, tinham em mãos uma SUPOSTA “ordem de prisão contra o presidente da república”. Depois de algum tempo começaram as discussões, não se sabe bem o motivo do desentendimento e confusão. 

O site Observatório da Rede havia alertado sobre essa estranha proposta de líderes militaristas que diziam que TEMER seria preso nassa terça-feira.

Veja aqui:Nomeado por Célio Evangelista o novo comandante das Forças Armadas

Em certo momento um dos seguranças, um capitão, foi censurado “Não se vira as costas para um coronel, peça permissão para se retirar, quando você for coronel você vai aprender isso… “, disse um dos líderes dos manifestantes, revelando ser oficial superior do Exército.

“Alves, coronel da reserva, “vestido” com a bandeira do Brasil e rodeado por vários intervencionistas, gritava na frente de Célio Evangelista, uma espécie de líder messiânico que tem milhares de seguidores nas redes sociais: “Isso aí é insano, isso é caduco… olha a guarda aí… por acaso um homem de 80 anos vai prender o TEMER… a fraude acabou, era aqui que eu queria chegar. Eu queria provar ao vivo e a cores… é uma fraude… cadê o exército de Israel, cadê o exército americano?”

Veja: O curioso caso de Célio Evangelista, que se acha PRESIDENTE DO BRASIL

Revista Sociedade Militar

Comentários