Desembargador FAVRETO – O DO QUINTO – tenta explicar o fato novo

Desembargador Rogério FAVRETO tenta explicar o tal fato novo que o levou a tentar soltar LULA

Em entrevista a uma rádio do RGS (Guaiba 720 AM) o desembargador disse que o despacho feito na manhã deste domingo foi sobre um fato novo, “que era a condição de pré-candidato e o direito de Lula a se manifestar na pré-campanha… ”.

O magistrado comentou que seu telefone tem sido divulgado nas redes sociais e que inclusive recebeu várias ameaças. O magistrado diz ainda que vai tomar providências cabíveis contra as pessoas que têm divulgado seu número, mencionou o ator Alexandre Frota.

À radio o magistrado disse que não comenta decisões judiciais mas que nesse caso ia comentar!

“Eu fundamentei a decisão, eu apreciei sob um aspecto novo que me trouxeram, impedindo a liberdade de expressão de Lula. Pra mim, esse tema específico não estava apreciado e ele, como preso, tem direitos políticos e tem o direito de se manifestar. Além da liberdade de ir e vir”

Se não comenta decisões judiciais FAVRETO deveria ter continuado sem comentar porque nenhum brasileiro, mesmo os petistas, vão engolir a afirmativa de que a pré-candidatura de LULA, que inclusive sequer pode existir, é um fato novo. Outro item catastrófico de sua “explicação” é a afirmativa de que PRESO tem “liberdade de ir e vir”. Ora, a palavra PRESO já implica restrição desse direito.

A decisão e declarações desse desembargador nos dão mais certeza de que o sistema meritocrático é realmente o melhor e que é preciso lutar pelo fim do SISTEMAS DE COTAS para indicados políticos nas instâncias superiores, o chamado Quinto Constitucional.

Robson Augusto – Sociólogo – Militar R1 – Jornalista

Entrevista feita pela RÁDIO GUAÍBA

Comentários