Onde atirar? Qual o principal inimigo de JAIR BOLSONARO

Comparecendo a DEBATES. Onde BOLSONARO deve atirar para vencer seus inimigos?

Primeiro Alvo, Segundo Alvo e Terceiro Alvo. Robson Augusto, Militar R1, Sociólogo e Jornalista aborda, no formado de uma “conversa” franca com o leitor, o que acredita que são os principais inimigos a ser destruídos com urgência pela equipe de Jair Bolsonaro. 


Primeiro ALVO

Boa noite, tudo bem? Temos dito aqui que a escolha que se fará nessa eleição terá impacto crucial no que ocorrerá no BRASIL nos próximos 30, talvez 50 anos. Eu e você acreditamos que podemos – ou não – iniciar nesse país uma contra-revolução cultural, uma inversão de mentalidade que em breve atire o BRASIL no rol dos países chamados de primeiro mundo, ou mundo civilizado. 

Sabemos que Bolsonaro é uma pessoa honesta. Eu mesmo, como militar, eventualmente estive nos mesmos ambientes que o deputado-candidato a presidente, sua acessibilidade e simplicidades são evidentes. Acompanho sua carreira desde que se candidatou a vereador no Rio de janeiro.

Muitos o chamam de grosseiro, fala na cara, faz cara feia. Pode até ser, é questão de interpretação… opinião… a maior parte dos militares tem essas características. Falar na cara, sem maquiagem, deixa algumas pessoas escandalizadas. Mas, a esses eu digo que não é preciso gostar de Bolsonaro nem desejar que se torne um gentleman, a não ser que você o queira pra ser seu conselheiro espiritual, irmão ou amigo… Marido não pode ser porque casado ele já é.

Eu acredito na meritocracia, não escolho para trabalhar pra mim o meu amigo, o amigo do meu amigo, ou quem tem o sorriso mais bonito, escolho aquele que tem mais mérito e que me servirá melhor no emprego que ofereço, que no momento e o de presidente desse país.

Sobretudo em questões relacionadas à família, meritocracia, direito a defesa e liberdade de expressão vejo que é ele quem tem os melhores caminhos e – o que é mais importante – por não ter rabo preso com ninguém tem as melhores condições de escolher os assessores mais capacitados para ajudá-lo a gerir esse país. Saber escolher os auxiliares certos para cada função é algo que aprendemos na caserna. Em missões do quotidiano militar nossas vidas frequentemente dependem de quem nos assessora.

O ponto fraco de BOLSONARO

Pra eu e você está bem claro que Jair Bolsonaro não tem qualquer coisa contra as mulheres e que acredita que podem e devem ser tratadas da mesma forma que os homens no que diz respeito ao mercado de trabalho e salários. Mas, o deputado BOLSONARO deve ser mais claro nesse quesito. Com isso e só com isso ele ganhará uma grande fatia do eleitorado indeciso e talvez até garanta o que lhe falta para a vitória definitiva no segundo turno.

A Revista Sociedade Militar mencionou em artigo recente que as últimas pesquisas divulgadas indicam que cresceu o índice de rejeição de BOLSONARO entre as mulheres. Não quero aqui entrar no mérito de pesquisas maquiadas, fraudes do ibope etc. Consideremos então que sejam pelo menos 50% reais e ainda assim o ponto em questão é importante.

Vamos então para o google, principal mecanismo de pesquisa na internet usado pelos brasileiros. Nessa ferramenta, quando você digita os termos mulher e salário, dos cinco primeiros resultados três citam BOLSONARO e atribuem ao mesmo um discurso agressivo em relação a mulheres. Se desejar verifique aí no seu computador ou celular.

Quando você busca em vídeos a coisa fica pior, a primeira página de resultados é praticamente toda contra JAIR BOLSONARO. Nos primeiros 50 resultados encontra-se 42 menções ao candidato em questão, 80% delas neativas. Clique aqui no GOOGLE e veja você mesmoIsso prova que o ataque é intenso no que diz respeito a esse assunto e a coisa não para por aí. Verificando os resultados percebe-se ainda que aliados de BOLSONARO não têm feitos vídeos e postagens na internet esclarecendo a posição de seu candidato.

Na ARTE DA GUERRA se lê: “Diante de uma larga frente de batalha, procure o ponto mais fraco e, alí, ataque com a sua maior força.”, e

“Se você descobrir o ponto fraco do oponente, você tem que afetá-lo com rapidez… “,

E é exatamente isso que está sendo feito pelos adversários de Jair Bolsonaro, principalmente Marina Silva. Ouvimos de amigos bem informados que Ciro Gomes deve também aproveitar essa brecha, já orientou sua vice a assumir uma postura de enfrentamento contra Bolsonaro.

Uma das frases que se pode ler claramente nos resultados no Google é: “mulher tem que ganhar menos porque engravida…”

Convido você agora para acompanhar esse raciocínio

Marina colocou para BOLSONARO:Você disse que a questão do salário menor para mulheres é uma coisa pra não se preocupar porque já está na CLT. Só uma pessoa que não sabe o que significa uma mulher ganhar um salário menor do que um homem e ter as mesmas capacidades, a mesma competência e ser a primeira a ser demitida, ser a última a ser promovida e quando viu numa fila de emprego pelo simples fato de ser mulher não é aceita. Então não é uma questão de que não precisa se preocupar. Porque quando se é presidente da republica a gente tem que cumprir o artigo quinto da CF que diz que nenhuma mulher deve ser discriminada, não fazer vista grossa, precisa se preocupar sim, o presidente da republica está lá para combater injustiça…

JAIR BOLSONARO respondeu:Temos aqui uma evangélica que defende o plebiscito para aborto e maconha. É quer agora defender a mulher. Você não sabe o que é ter um filho jogado no mundo das drogas, eu defendo a castração química para estupradores e … (interrupção) e no tocante a armas de fogo eu defendo sim que a mulher de bem tenha a posse de uma arma de fogo dentro de casa.

Continuando o nosso papo

Não adianta aqui agirmos como um torcedores cegos que não admitem as fraquezas de seu time. Bolsonaro não respondeu à colocação de Marina. Estrategicamente a fuga foi o que podia fazer, por não estar preparado para respondê-la a contento. Foi pego desprevenido e  desviou o foco da conversa para aborto etc.

À colocação de MARINA o deputado Bolsonaro DEVERIA ter respondido mais ou menos assim, ou com parte disso pelo menos. Estaria hoje muito mais tranquilo no que diz respeito ao eleitorado feminino:Sim, Marina, é obvio que eu compreendo isso, todos os meus eleitores sabem como eu penso. Você está subestimando e ofendendo as mulheres desse país ao tentar manipulá-las. Um dia desses você era do PT. Permanecendo no poder por mais de uma década seu então partido não fez nada para que a lei fosse cumprida… nunca vi você falar desse assunto… Aliás, a senhora foi eleita SENADORA e abandonou seus eleitores, preferiu se agarrar a um ministério oferecido por LULA, que hoje é um preso condenado. A senhora foi assessora de confiança de um bandido!  Marina, eu tenho mãe, esposa, e tenho também uma filha, criancinha ainda… linda, é meu xodó… É obvio que eu quero o melhor para elas e que quero um Brasil melhor para minha filha. Se eu for eleito NÃO VOU ADMITIR QUE NEM ELA NEM QUALQUER MULHER SEJA DISCRIMINADA NESSE PAÍS. O que eu quero dizer – e que vocês distorcem tentando fazer a sociedade de boba – é que EXISTEM LEIS QUE GARANTEM IGUALDADE NO MERCADO DE TRABALHO. Se o empregador não está cumprindo ele é um FORA DALEI. Então, o que precisa ser feito é um ENDURECIMENTO na fiscalização do cumprimento dessas LEIS, e isso é uma das minhas PRIORIDADES.  Eu vou lutar com todas as minhas forças para que a lei seja cumprida e que – TODOS SABEM que não admito que nenhuma categoria, classe social ou grupo tenha mais direitos que outros – PORTANTO, VOU LUTAR TAMBÉM PARA QUE A LEI SEJA CUMPRIDA INTEGRALMENTE NO TOCANTE ÀS MULHERES DE NOSSO PAÍS. Não tente manipular ninguém, as mulheres têm condições de entender muito bem o que está acontecendo e o que pretendo fazer se for eleito”.

É preciso lembrar que BOLSONARO ainda precisa conquistar mais eleitores. Convenhamos, ele não é um grande orador carismático que se vale de retórica persuasiva (*) para ludibriar pessoas. Ele não é um indivíduo narcisista, que se auto exalta como o salvador da pátria. Esse tipo de gente infelizmente tende a conquistar mais eleitores nas camadas medianas da sociedade. Já dizia Kohut “o carisma resulta de uma grandiosidade arcaica” em que o líder carismático exibe uma “autoconfiança inabalável” ao mesmo tempo que expressa a sua perspectiva como se de uma verdade absoluta se tratasse, transformando-se num “objeto onipotente admirado…

Há ferramentas importantes – tempo de televisão e dinheiro – que tradicionalmente fazem a grande diferença nas vitórias eleitorais no Brasil e Bolsonaro tem pouco desses dois itens. Lembro também que não pode-se mais perder OPORTUNIDADES de ESCLARECER o PONTO aqui mencionado como PRIMEIRO ALVO, em eventuais debates e em qualquer espaço de comunicação com o público. Tendo como objetivo alcançar principalmente as pessoas que ainda não o conhecem, os tais indecisos e aqueles que até tem outro candidato preferido.

A sociedade brasileira esta acostumada a “só ler o título” das manchetes e se vale de comentaristas para entender o quotidiano. Portanto, sem a tal retórica persuasiva e tempo na TV é preciso DEIXAR BEM CLARO O QUE SE PENSA, com linguajar acessível a QUALQUER PESSOA, acabando com qualquer margem para que suas palavras ricocheteiem e RETORNEM CONTRA ele mesmo.

Não precisa parecer recuo, que se use termos como: Eu já deixei claro que combaterei… Eu já disse isso em… Qualquer pessoa inteligente vai entender que …

Marina foi orientada a explorar essa brecha deixada por Jair Bolsonaro, já procurou a senhora Maria da Penha, inspiradora de lei que têm seu nome e pretende buscar apoio de associações ligadas ao DIREITO DAS MULHERES. Em seus próximos discursos MARINA vai se colocar como mulher sofrida, “que sempre teve que lutar para ser reconhecida e que sabe muito bem o que é ser discriminada por homens autoritários como Jair Bolsonaro”. Marina acha que pode vencer no segundo turno e conta com o apoio do centrão e de toda a esquerda.

A mudança de discurso

reitero aqui, a mudança de DISCURSO nesse quesito não se dirige a você ou eu, que já temos opinião formada e não mudaremos de candidato. Quando ele diz, como hoje, que vai extraditar o terrorista Cezare batisitti, não faz nada errado, mas não agrega mais votos, apenas deixa seus eleitores mais felizes. Repito: O alvo são os indecisos e eleitores de outros candidatos, principalmente no segundo turno. Uma vez conquistado esse eleitorado não há ninguém que o tire de suas mãos.

Pra terminar. Jair Bolsonaro não tem um adversário excepcional, capaz de o derrotar, os candidatos são sofríveis. O que ele tem são alguns pontos fracos, ainda pouco esclarecidos e que por isso são potenciais brechas em sua campanha. Consideramos a questão das MULHERES, salário desigual, oportunidades iguais etc. como ponto nevrálgico, o PRIMEIRO ALVO. Portanto, ele deve vencer esse obstáculo o mais rápido possível.

Participe dessa discussão, deixe seu comentário abaixo.

*A retórica persuasiva “é uma arte de iludir os ignorantes sobre a justiça ou injustiça de uma matéria ou assunto, sem qualquer fundamento” (Simons, H.W. (2001). Persuasion in Society. Thousand Oaks)
–  A Persuasão e O Narcisismo Maligno. ESTUDO DE CASO DE JIM JONES. ANTUNES. Ana Patrícia Barroca / 2016
– 
 Massa e PoderElias Canetti, trad. Paulo Osório de Castro & Jorge Telles de Menezes, Lisboa, Cavalo de Ferro, 2014

Robson Augusto e Militar na Reserva, Sociólogo e Jornalista / Revista Sociedade Militar

Primeiro Alvo, Segundo Alvo e Terceiro Alvo. Robson Augusto, Militar R1, Sociólogo e Jornalista aborda, no formado de uma “conversa” franca com o leitor, o que acredita que são os principais inimigos a ser destruídos com urgência pela equipe de Jair Bolsonaro. O autor tem escrito textos interessantes, entre eles uma previsão, feita com sete meses de antecedência, de que se Hamilton Mourão concorresse para presidente do Clube Militar não haveria outras chapas concorrendo.