Quem são os MILITARES CANDIDATOS que têm maior verba para concorrer em 2018

Quem são os MILITARES CANDIDATOS que têm maior e menor verba para concorrer em 2018

Militares das Forças Armadas e auxiliares padecem de um problema grave no que diz respeito a suas campanhas, a falta de verba para investir em publicidade, gravação de vídeos, deslocamento etc. Alguns candidatos a cargos importantes chegam a contar com menos de 300 reais repassados pelos partidos. É o caso de André Monteiro, militar-candidato ao importante cargo de governador do estado do Rio de janeiro e Paulo Chagas, que concorre para o Governo do Distrito Federal. Segundo o TSE André Monteiro dispõe de 300 reais enquanto o general-candidato no distrito Federal dispõe de apenas 350 reais para sua campanha.

É algo a se questionar se os partidos lançam esses candidatos por lançar. Será que acham que vão ser eleitos com 300, 500, 1000 reais para a campanha? Esse dinheiro não da sequer para imprimir os chamados santinhos com os números desses candidatos. Como o cara vai ser governador com 300 reais para a campanha e 8 segundos na televisão? … tem que exigir grana pelo menos para ser visto pelos eleitores.”, disse Souza, um militar carioca ouvido pela Revista Sociedade Militar.

A média de gastos dos SENADORES eleitos em 2014 ultrapassa o valor de 4 milhões de reais. Todavia, a maior parte dos candidatos-militares ao senado têm a sua disposição verbas que sequer se aproximam desse valor. As verbas disponíveis para os militares quase sempre advém de doações de amigos e autofinanciamento de campanha.

O brigadeiro Átila Maia, por exemplo, que disputa o SENADO pelo Distrito Federal pelo PRTB, dispõe de R$ 1.980,00 e está em 8º nas pesquisas. Levando em consideração o montante disponível para a campanha somos obrigados a admitir que o militar faz milagres com o que possui, deve estar literalmente gastando a sola do sapato. Na disputa pelo senado no DF o primeiro colocado é Cristovam Buarque, ele dispõe de nada menos que 1.4 milhões de reais para usar na campanha. Só na produção de áudios/vídeos C.Buarque já gastou mais de 320 mil reais. 

A equipe da Revista Sociedade Militar fez uma checagem no banco de dados disponibilizado pelo Tribunal Superior Eleitoral, os cargos verificados foram os de Governador e Senador. Veja alguns candidatos-militares e a verba disponibilizada até hoje (11/09/2018) para sua campanha.

Candidato Cargo Verba disponível
General Theophilo Governador do Ceará R$1.200.000,00
Coronel Marcos Rocha Governador de Rondônia R$123.000,00
Coronel Charlon Governador de Rondônia R$110.000,00
Major Olímpio Senador por São Paulo R$52.940,00
Coronel Lacerda Senador por Minas Gerais R$43.500,00
Capitão Styvenson Senador pelo Rio Grande do Norte R$19.064,00
Subtenente Assis Senador pelo Espírito Santo R$9.368,00
Átila maia Senador pelo Distrito Federal R$1.980,40
General Paulo Chagas Governador do Distrito Federal R$350,00
André Monteiro Governador do Rio de Janeiro R$300,00

Revista Sociedade Militar