Forças Armadas

Militares concluem que a sociedade NÃO enxerga as declarações de GENERAIS como AMEAÇAS à democracia

A sociedade não entende como AMEAÇAS contra a DEMOCRACIA as colocações feitas por MILITARES DO ALTO ESCALÃO DAS FORÇAS ARMADAS –  Análise de opiniões classificou a opinião pública como favorável às Forças Armadas após declarações de MOURÃO e VILLAS BÔAS

Todas as decisões tomadas no campo político nos últimos meses levaram em consideração o nível de confiança da sociedade nas Forças Armadas. Exaustivamente coletou-se dados para análises da opinião pública. A pauta das manifestações, envolvimento em postagens nas redes sociais envolvendo militares / FA, comentários em artigos de jornalistas renomados e até estatísticas sobre o número de pessoas que acreditavam que o Brasil precisava de uma intervenção militar foram dados importantes que, juntos com outros, após processados resultaram em  relatórios importantes.

Concluiu-se que, ao contrario do que parte da grande mídia tenta fazer parecer, o nível de confiança da sociedade nos militares tem aumentado. Isso se deve – entre outros fatores óbvios, como a criminalidade exacerbada que assola as grandes cidades e à incapacidade da classe política em fornecer soluções – à grande aceitação de discursos de militares como Villas Bôas, Mourão e Heleno e à pauta de veículos de comunicação especializados, como a Revista Sociedade Militar e o site DefesaNet. Não poderíamos deixar de mencionar ainda o Centro de Comunicação Social do Exército e seus exitosos esforços para aumentar a interação da força com a sociedade.

Todos esses atores tem, de forma franca, procurado levar para a sociedade civil em geral temas relacionados com a defesa nacional, importância geopolítica estratégica que desejamos etc.

Miriam Leitão

Análises, relatórios e íntegra de dados coletados permanecem reservados. Mas, sabe-se que em setembro de 2017 os militares analisaram a resposta do público a vários textos publicados em grandes veículos de comunicação, entre estes o artigo da jornalista Míriam Leitão intitulado “A questão militar: Exército reforça ameaça ao país com fala do Alto Comando”, publicado em 21 de setembro de 2018, logo após a entrevista do General VILLAS BÔAS no Programa do Bial, na rede Globo de Televisão.

A colunista, que não consegue esconder a pré-disposição contrária a qualquer ideia ou ação que parta de um militar, mesmo da mais baixa patente, fez duras críticas a Mourão e Villas Bôas, tentando induzir a sociedade a acreditar que entre os militares que comandam as forças armadas há um desejo latente de instaurar no país uma ditadura.

Mirian Leitão disse: “O Exército fez a mais explícita ameaça ao país em 32 anos de democracia através do episódio do general Antonio Hamilton Mourão. O general Mourão falou em intervenção militar. Seu chefe, o comandante do Exército, general Eduardo Villas Bôas, não só não o puniu, como o elogiou e, por fim, seguiu seu comandado, afirmando que a Constituição dá às Forças Armadas o mandato para intervir… ” e

“O general Mourão chantageou as instituições civis, citando especificamente o Judiciário, ao afirmar que ou elas retiram esses ‘elementos envolvidos em todos os ilícitos’…”

29 horas após a publicação do material foi realizada uma coleta e análise do teor dos 255 comentários de assinantes.

As declarações tanto de Mourão como de Villas Bôas deixam bem claro que existe previsão constitucional para que as FA entrem em ação para restaurar a normalidade do país caso isso seja solicitado por um dos poderes constituídos. Villas Bôas e Mourão jamais deixam de mencionar que as Forças Armadas somente entrariam em ação caso o país ingressasse em uma situação caótica, citando sempre em suas palestras os pilares definidos para a atuação dos militares, que são: Legalidade, estabilidade e legitimidade.

Os comentários em artigos publicados em O GLOBO são permitidos somente para assinantes do referido jornal. É importante ainda mencionar que aqueles que assinam determinado veículo de comunicação, pelo simples ato de manter-se como assinantes – em tese – declaram que confiam no mesmo como transmissor de verdades. No entanto, ao analisar os comentários que se seguem ao texto de Miriam Leitão sobre Mourão, Villas Bôas e os militares em geral, onde a jornalista em questão narra os fatos por um prisma extremamente rancoroso e pessoal, percebeu-se que a resposta dos assinantes foi predominantemente contrária a sua aparente intenção.

93% dos comentários foram favoráveis a MOURÃO E VILLAS BÔAS, divergindo do viés assumido por Miriam Leitão. 5% dos comentários concordavam com a jornalista e 2% foram considerados neutros.

Maio de 2018 – Exército testa confiança da sociedade

No início desse ano, fato não noticiado em veículos de comunicação da mídia comum, o próprio Exército Brasileiro encomendou uma pesquisa independente que visava conhecer a opinião da sociedade. A pesquisa foi realizada pelo instituto Qualitest Ciência e Tecnologia. Publicamos texto sobre o assunto:Exército encomenda pesquisa que atesta alto nível de confiança nos militares

Decisões no campo político

É por demais ingênua a hipótese de que Jair Bolsonaro e equipe antes das decisões mais importantes não tenham levado em consideração relatórios/análises de inteligência e análises prospectivas feitas por militares. Obviamente as análises atestaram o nível de confiança da sociedade nas Forças Armadas Brasileiras. Levou-se ainda em consideração a estupenda aceitação do Hamilton Mourão entre seus pares nas Forças Armadas.

Conforme previmos na Revista Sociedade Militar, com seis meses de antecedência (VEJA AQUI), Mourão foi eleito por aclamação como presidente do Clube Militar. Esse dado atesta não só a concordância da oficialidade com suas posições pragmáticas mas também reforça o desejo – defendido por Jair Bolsonaro desde os anos 90 – de que entidades associativas que agreguem militares tenham maior atuação política.

Robson Augustto – Militar R1 /  Cientista Social / Jornalista – Revista Sociedade Militar

Click to comment

You must be logged in to post a comment Login

Leave a Reply

Mais acessados da semana

To Top