Publicado o despacho da Extradição de Battisti. O documento que BOLSONARO assinaria logo no início de seu mandato

Jair Bolsonaro havia declarado que uma de suas primeiras ações seria a extradição do terrorista Cézare Battisti.

Michel Temer conseguiu se adiantar graças a decisão de Luis Fux e acrescentou mais esse dado ao seu currículo. O atual presidente mandou confeccionar o documento, assinou e determinou que houvesse um Diário Oficial Extra nessa sexta-feira (14/12) para sua publicação. Isso lhe rendeu alguns agradecimentos de Sergio Mattarella, presidente da Itália.

Foi bom. O quanto antes estivermos livres de criminosos melhor pra nós. 

Porém, assim como João de “deus”, o médium, Battisti também está desaparecido.

Recebemos com enorme decepção a informação de que o italiano está foragido. Diante da iminência da decisão no SUPREMO não poderia-se te-lo deixado sem monitoramento. Estava mais que óbvio que assim que houvesse decisão negativa ele tentaria escapulir. O italiano fugiu várias vezes da justiça, é um especialista em fuga, foi pego tentando fugir do país ha poucos meses. 

Quem esperaria outra coisa dele?