Obrigatoriedade de COFRE PARA ARMAS e polêmicas por causa de decreto que sequer foi publicado

Armas, cofre e polêmicas por causa de decreto que sequer foi publicado

O decreto relacionado a posse de armas está prestes a ser publicado e ainda antes de sair a coisa já gera grande expectativa não só de cidadãos e fabricantes de armas e munições, mas também – pasmem – de fabricantes de cofres, já que prévia publicada pelo UOL diz que quem possui crianças ou deficientes mentais em casa deverá comprovar a existência de um cofre para armazenamento do equipamento sem risco de acidentes.

As “prévias” publicadas têm gerado bastante polêmica. Um dos maiores defensores do direito a posse e porte de arma no país, Bené Barbosa, fez postagem em redes sociais declarando sua insatisfação sobre a obrigatoriedade do cofre. Ele se mostrou também decepcionado com a grande “quantidade de mensagens da direita apoiando a obrigatoriedade de cofres e o limite de 2 armas“.

O especialista foi criticado pelos filhos de Bolsonaro. Um deles, Carlos Bolsonaro, foi bastante direto e disse: Bené, com todo respeito, acho que deveria falar menos do que não sabe… Está muito estranho essa antecipação.”

Revista Sociedade Militar