Geopolítica / Religião.

Bolsonaro acusado de impedir veiculação de “FILME GAY”

Bolsonaro acusado de impedir veiculação de “FILME GAY”

Um filme chamado “Boy Erased: Uma Verdade Anulada”, produção que tenta achincalhar a chamada “cura GAY”, teve o lançamento cancelado no Brasil, a responsabilidade seria da Universal Pictures. O filme era para estar nos cinemas a partir da semana passada, mas não foi lançado.

O protagonista, o ator Kevin McHale, usou as redes sociais para afirmar que o filme está sendo censurado no Brasil. Mchale citou o presidente BOLSONARO como o culpado.

“Meus caros brasileiros, o filme Boy Erased foi banido no Brasil. Seu presidente está censurando conteúdo LGBT+. Banir um filme sobre os perigos da terapia de conversão é perigoso! Bolsonaro é uma ameaça às vidas LGBTQ+. Eu te amo, Brasil, e vou lutar com vocês”.

A película, embora seja bem dentro das expectativas dos progressistas norte-americanos, é um filma considerado fraco de bilheteria, situa-se acima da centésima posição em arrecadação dos filmes lançados em 2018 e arrecadou pouco mais de 8 milhões de dólares após várias semanas de exibição.

Jair Bolsonaro negou que tivesse sequer conhecimento dessa questão.

“Fui informado de que um ator americano está me acusando de censurar seu filme no Brasil. Mentira! Tenho mais o que fazer. Boa noite a todos!” Disse o presidente do Brasil.

Nota do Editor: Apesar da rasgação de seda, o filme teve arrecadação abaixo da expectativa nos Estados Unidos, por isso mesmo a UNIVERSAL resolveu cancelar o lançamento aqui no BRASIL. A empresa respondeu que a motivação foi por “questões única e exclusivamente financeiras”. Ou seja, o ator norte-americano mentiu contra o presidente do Brasil e  aparentemente, com base nesse discurso de homofobia / censura, tenta criar uma polêmica para atrair a atenção sobre a película.

Revista Sociedade Militar

Click to comment

You must be logged in to post a comment Login

Leave a Reply

Mais acessados da semana

To Top