Reforma – Teto para deputados e senadores será de R$ 5.8 mil – Enquanto a imprensa apoia, parte da sociedade ainda enxerga com apreensão a reforma da previdência

Este articulista esteve no Palácio do Planalto e no Congresso Nacional no mesmo diz em que foi apresentada a Reforma da Previdência. Longe de ser aplicada só contra os pobres como dizem os políticos, a reforma da previdência abarca em seu interior muita gente “graúda”, como os próprios deputados federais e senadores. Pelo que foi apurado ainda essa semana começará campanha pesada para conscientizar a sociedade sobre o que realmente está acontecendo.

Hoje a idade mínima para a aposentadoria de deputados federais e senadores é de 60 anos, com 35 anos de contribuição. Com a nova regra os parlamentares, assim como toda a sociedade, haverá uma transição que eleva para 65 anos a idade mínima para os homens e para 62 anos a das mulheres e ainda a cobrança de 30% de “pedágio” do tempo de contribuição que falta para completar os 35 anos.

Pela proposta apresentada os futuros deputados e senadores passarão para o Instituto Nacional de Seguridade Social, com a idade mínima de 65 anos para homens e 62 anos para mulheres e receberão – quando aposentados – um teto de R$ 5.839,45. 

No planalto apuramos com alguns políticos-militares que na verdade a proposta para os militares das Forças Armadas estaria pronta, mas retardada para que não seja usada pela grande mídia e parlamentares da oposição como arma  para retardar a grande reforma apresentada ontem.

A maior parte dos jornais fez manchetes otimistas a respeito da PEC apresentada por Jair Bolsonaro nessa quarta-feira, o Jornal do Brasil foi uma das exceções com a manchete: O sacrifício será dos mais pobres. No jornal Corporativo, encontrado na portaria e gabinete de alguns senadores a manchete destacava ao crescimento cono consequência da aprovação da PEC. O Globo mencionava a redução de privilégios.

As manchetes dessa quinta-feira

Jornal Corporativo: Bolsonaro entrega projeto para Crescimento do Brasil – Veja a edição completa em https://jornalcorporativo.com.br

O Globo: Reforma mira redução de privilégios e promete economia de R$ 1.1 trilhão – Veja a edição em

Folha: Reforma aperta aposentadoria nos setores público e privado – Veja a Edição impressa online

Robson Augusto // Revista Sociedade Militar