Veja, no RIO de JANEIRO, Terroristas que se dizem “vítimas da sociedade” ateando fogo e ameaçando motoristas

No RIO de JANEIRO, nas imediações da MANGUEIRA / TRIAGEM mulheres e homens jovens – cometendo crime – ateiam fogo em lixeiras e pneus é possível ouvir um homem gritando, tem que queimar ônibus.

Alguns minutos após já havia um ônibus queimando.

No Rio de Janeiro esse tipo de vandalismo geralmente ocorre por determinação de traficantes. Com frequência os próprios moradores  filmam para comprovar que fizeram parte do ato e assim obter “vantagens especiais”.

O crime, chamado pelas redes de TV de protesto, é uma suposta manifestação em repúdio à falecimento de criança. A população é ameaçada, o direito de ir é vir é cerceado, empresários de ônibus tomam prejuízo e normalmente ninguém é preso ou responsabilizado.

Como sempre a polícia é acusada de ser a causadora da morte. 

Revista Sociedade Militar