Atirador da Nova Zelândia diz em manifesto que foi “abençoado” pelos “novos templários”

Atirador da Nova Zelândia diz em manifesto que foi “abençoado” pelos “novos templários”

Imagem de “capa” do manifesto redigido pelo atirados da Nova Zelândia

“A raça dos eleitos sofre perseguições escandalosas”, disse o terrorista

É lamentável, mais um radicalizado-terrorista-religioso que despeja sua raiva em pessoas inocentes. O atirador da Nova Zelândia, Brenton Tarrant, que se diz abençoado pelos “novos templários” praticou seu crime contra islâmicos numa cidade chamada Igreja de Cristo (Christchurc).

Pra nós é impossível ser politicamente correto. Somos obrigados, diferente do que faz a grande mídia, a ressaltar o fato do cara se declarar como defensor da igreja cristã. Como não dizer isso se é um dos pilares da ideologia criada em sua mente, que resultou em seu plano diabólico que dezenas de vidas? 

Brenton Tarrant fala em seu odioso manifesto sobre cristãos sacrificados em luta contra muçulmanos, fala em profanação da igreja, povo eleito etc. Portanto, é um terrorista-cristão, exatamente da mesma cepa daqueles que se explodem e matam pessoas se autodeclarando como defensores do islã. Sua ideologia deve ser repudiada da mesma forma.

A própria bíblia dos cristãos afirma que as batalhas são travadas em lugares espirituais, que não é uma luta contra carne e sangue. Assim como não há virgens em um paraíso para assassinos em nome do islã, não haverá um paraíso para assassinos que se acham cristãos.

a profanação da igreja que havia sido convertido em uma mesquita… Podemos olhar para o mundo neste século reprovado pelo Céu para testemunhar a desolação da Cidade Santa e permanecer em paz enquanto é tão oprimido?”

Quem teve o desprazer de assistir o vídeo gravado pelo assassino percebeu que o homem descarrega a sua raiva de maneira desconexa e chega a atingir pessoas que estavam na rua a dezenas de metros e que poderiam não fazer parte do grupo que pretendia atingir.

Leia outra parte do seu manifesto odioso:

“A raça dos eleitos sofre perseguições escandalosas e a raça ímpia dos sarracenos não respeita nem as virgens do Senhor nem os colégios de sacerdotes. Eles atropelam os fracos e os idosos, eles tomam as crianças de suas mães para que elas possam esquecer, entre os bárbaros, o nome de Deus. Essa nação perversa profana a hospices… O templo do Senhor é tratado como um criminoso e ornamentos do santuário são roubados…”.

Quem é Brenton Tarrant? como agiu Brenton Tarrant? Veja o manifesto publicado por BRENTON TARRANT

Revista Sociedade Militar