Após reclamações da grande mídia, Marinha fala sobre visita à Antártida

A grande mídia publicou nota dizendo que “O governo Bolsonaro abriu os cofres. Vai mandar três ministros e assessores para a Antártica.”. A Marinha do Brasil publicou nota sobre o assunto. A força não fala sobre os motivos da visita.

NOTA DE ESCLARECIMENTO

Em relação à matéria “Ministros de Bolsonaro fazem expedição à Antártica” publicada neste sábado, 09 de março, no site da revista Época, a Marinha do Brasil enfatiza que, como em todos os países do mundo, visitas à centros de pesquisa, como a Estação Antártica Brasileira, ratificam o devido reconhecimento da importância do conhecimento e das pesquisas científicas realizadas naquele continente e o que isso representa para o desenvolvimento da ciência e tecnologia.

A condição do Brasil de país atlântico, diretamente envolvido nos acontecimentos na região antártica, sobretudo devido às influências dos fenômenos naturais que lá ocorrem sobre o território nacional, justifica o histórico interesse brasileiro sobre o continente austral.

Essas circunstâncias, além de motivações estratégicas, de ordem geopolítica e econômica, foram fatores determinantes para que o País aderisse ao Tratado da Antártica, em 1975, e desse início ao Programa Antártico Brasileiro (PROANTAR), em 1982, um programa Interministerial de enorme relevância e reconhecimento internacional.

Adicionalmente, como é de conhecimento de todos, visitas ao continente Antártico sempre envolvem a possibilidade de enfrentamento de condições atmosféricas adversas e na presente oportunidade, será inaugurada uma nova estrutura de telecomunicações, o que ampliará, em muito e entre outros aspectos, a capacidade da nossa comunidade científica conduzir suas atividades direcionadas ao atendimento do bem comum, entre os brasileiros.

CENTRO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL DA MARINHA
“Marinha do Brasil, protegendo nossas riquezas, cuidando da nossa gente”