Roubados 130 mil cartuchos de munição para pistola .40! Como assim?

É de certa forma complicado até comentar uma notícia desse tipo. É inconcebível que uma quantidade desse tamanho de munição seja transportada sem escolta, é inconcebível que o motorista durma dentro de uma transportadora sem reforço na segurança.

Sem o aparato necessário ao transporte de carga tão valiosa e perigosa está se arriscando muito e coloca-se então a vida de pessoas inocentes e membros da segurança pública em risco ao praticamente se entregar “de mão beijada” a carga nas mãos dos marginais. Menciona-se ainda que com toda certeza alguém vazou a informação sobre carga e localização. A essa hora, queremos crer, as ligações de funcionários da transportadora estão sendo rastreadas.

É preciso apurar responsabilidades, é preciso melhorar muito isso.

Diz o Correio do Povo, de PORTO ALEGRE: “No início da manhã desta quinta-feira, um carregamento com cerca de 130 mil cartuchos de munição da marca CBC, sendo quase a totalidade de calibre 40, além de dois rifles e armas de pressão, foi roubado em Portão, na região do Vale do Rio de Sinos. A carga, transportada em seis paletes, está avaliada em cerca de R$ 1,3 milhão. A principal suspeita é de que o ataque contra uma transportadora tenha sido cometido por uma facção criminosa. A Brigada Militar e a Polícia Civil foram mobilizadas na ocorrência.”

O caminhão já apareceu completamente vazio e o motorista foi liberado perto do Parque Estadual de Exposições Assis Brasil, em Esteio – Rio Grande do Sul

Revista Sociedade Militar

Nota no Correio do POVO