Últimas: Marinha REESTRUTURA cursos de hab. SUBOFICIAIS e cria Curso de Assessoria de Estado Maior para SUBOFICIAIS

Reestruturação do Curso Especial de Habilitação para Promoção a Suboficial (C-Esp-HABSO) e criação do Curso de Assessoria em Estado-Maior para Suboficiais (CASEMSO) –

 Esta DE, após ratificação e orientações da Alta Administração Naval, apresenta a relação das principais ações em andamento, a serem implementadas futuramente, que têm como propósito valorizar a carreira de Praças; aprimorar a capacitação dos SO; desenvolver competências para o desempenho das atividades exercidas pelos SO nas diversas OM da MB; e contribuir para o aperfeiçoamento pessoal e profissional.

A) Reestruturação do C-Esp-HABSO: Serão realizadas alterações na estrutura curricular e aplicação do curso, a serem implementadas a partir de 2020, buscando o alinhamento com as inovações da MB e o incremento da qualificação para o atendimento da Força de Trabalho, cabendo destacar:

– a condução e realização de todo o curso, a distância, empregando o Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA), podendo ser adotada outra estratégia se julgada necessária;

 – adoção de ferramentas e estratégias de ensino próprias para essa modalidade de ensino; – currículo passando a contemplar as disciplinas “Administração e Excelência em Gestão”; “Liderança e Gestão de Pessoas”; “Organização da MB e principais projetos”; e “Tecnologia da Informação”;

– adoção de duas avaliações, uma a cada duas disciplinas, sem consulta, para verificação da aprendizagem;

– o curso continuará sendo de carreira e requisito para promoção a Suboficial; e

– demais instruções serão divulgadas por ocasião da matrícula do curso.

B) Criação do CASEMSO:

1 – O Curso será conduzido pelo CIAA, a partir de SET2019, e foi criado com o propósito de qualificar os SO no exercício de suas atividades, por meio da ampliação de conhecimentos em áreas de desenvolvimento gerencial do pessoal, visando assessorar aos Oficiais que estejam realizando funções de Estado-Maior;

2 – O Curso é considerado complementar, não sendo um curso de carreira. Dessa forma, ele será realizado em caráter de voluntariado, com previsão de 240 alunos para a primeira turma;

3 – O curso, no âmbito do ensino, apresentará a seguinte configuração: – a condução e realização de todo o curso, a distância, empregando o Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA); – adoção de ferramentas e estratégias de ensino próprias para essa modalidade de ensino, incluindo interações com o tutor e a realização de atividades a serem inseridas no Ambiente Virtual de Aprendizagem;

– curso com duração de 10 meses e estrutura curricular com as disciplinas “Gestão de Processos”; “Serviço de Intendência na MB”; “Direito”; “Segurança das Informações”; e “Metodologia Científica”; – adoção de duas avaliações, uma a cada duas disciplinas, com consulta às referências bibliográficas adotadas, em material impresso; – as avaliações serão realizadas presencialmente, no CIAA ou nas OREL a serem divulgadas; – a avaliação da disciplina “Metodologia Científica” consiste na produção de um projeto de pesquisa a ser encaminhado ao CIAA com, no máximo, três laudas;

– após selecionado e indicado, só haverá uma oportunidade para realização do CASEMSO; e – demais instruções e orientações quanto à condução do curso serão divulgadas por ocasião da matrícula;

4 – Os SO concludentes farão jus a Adicional de Habilitação de 30%; e

5  – Os requisitos e demais aspectos relacionados ao processo seletivo serão divulgados pela DPMM. Tendo em vista a relevância do assunto e os impactos na carreira das Praças decorrentes das alterações a serem em breve implementadas, solicita-se ampla divulgação.

Revista Sociedade Militar

A informação foi divulgada no Boletim de Ordens e Notícias de 20 de março de 2019