“valores democráticos sob ataque”. Russos podem estar coletando informações com navios de “pesquisa submarina”.

“valores democráticos sob ataque”. Russos podem estar coletando informações no hemisfério sul com navios de “pesquisa submarina”.

Relatório distribuído pelo almirante CRAIG S. FALLER, comandante SUL dos Estados Unidos, demonstra preocupação com aproximação dos russos e crescente apoio à ditadura venezuelana.

Em 1 de maio o militar esteve novamente apresentando seu relatório ao comitê das Forças Armadas do Congresso norte americano.

Nos últimos cinco meses, viajei pela América Central, América do Sul e Caribe para ter uma visão em primeira mão … A percepção mais perturbadora que consegui em meu tempo no comando, entretanto, foi o grau em que os Atores Externos expandiram rapidamente sua presença e influência no Hemisfério Ocidental. … incluindo na nossa vizinhança… os valores democráticos estão sob ataque da China, Rússia e Irã.” Disse o Almirante.

O oficial falou sobre a ação da China na Venezuela, para ele os chineses seriam os responsáveis pela implementação de tecnologia de vigilância usada para monitorar e reprimir o povo venezuelano. O militar deixou escapar que se os países da região continuarem a aumentar o uso de equipamentos da Huawei e ZTE a “disposição” dos EUA em compartilhar informações certamente vai diminuir. 

O Almirante diz que considera também como extremamente perigoso a presença de um navio de pesquisa submarina russo na região. Faller acredita que o navio poderia coletar informações dos cabos submarinos que existem em diversos locais do Atlântico e até cortar as linhas de transmissão para gerar uma crise sem precedentes. Segundo o almirante há ainda outras embarcações russas na região para “coletar inteligência”

A presença NA VENEZUELA dos bombardeiros Tu-160, capazes de transportar mísseis de cruzeiro convencionais ou nucleares com um alcance de até 5.500 quilômetros também incomodou bastante os militares norte-americanos.

Revista Sociedade Militar