Forças Armadas

Aeronáutica, tráfico, militar envolvido. 39 quilos de COCAÍNA não é porte, é TRÁFICO DE DROGAS

39 quilos de COCAÍNA não é porte, é TRÁFICO DE DROGAS

Com uma postagem no twitter o presidente da República tenta minimizar o acontecido na França. Ele fala o que todos sabemos, que a maior parte dos militares possui conduta ilibada, assim como é com a maior parte dos cidadãos brasileiros, membros de qualquer categoria. Talvez a única exceção a essa regra seja a categoria dos políticos.

Bolsonaro diz que foi informado de que um militar estará “portando entorpecentes”.

“- Hoje pela manhã fui informado pelo Ministro da Defesa da apreensão, em Sevilha, de um militar da aeronáutica portando entorpecentes. 
– Determinei ao Ministro da Defesa imediata colaboração com a Polícia Espanhola na pronta elucidação dos fatos, cooperando em todas as fases da investigação, bem como instauração de inquérito policial militar.
– As Forças Armadas tem em em seu contingente cerca de 300 mil homens e mulheres formados nos mais íntegros princípios da ética e da moralidade.
– Caso seja comprovado o envolvimento do militar nesse crime, o mesmo será julgado e condenado na forma da lei.”

O El país publicou: “a prisão ocorreu quando a aeronave parou no aeroporto da capital da Andaluzia com destino a Tóquio para servir de avião de reserva para o presidente brasileiro, que viaja em outro avião para participar do G-20 realizada na capital japonesa. O Ministério da Defesa do Brasil emitiu uma nota confirmando a prisão dos militares por tráfico de drogas… ”

A esquerda tenta usar o ocorrido para atacar o Presidente da República e cabe agora a FAB apurar a coisa da forma devida e inclusive investigar viagens anteriores do militar, sua renda e sua condição financeira atual.

O valor da droga apreendida é de aproximadamente 18 milhões de reais e se o militar faz isso rotineiramente deve ter uma situação financeira atípica. É preciso verificar ainda se não fez tudo debaixo da “orientação” de algum superior já que não faz muito tempo que um oficial superior – major-aviador – que comandava um Hércules C-130 –  foi expulso da FAB por conta da tentativa de traficar 33 quilos de cocaína, também para território francês.

Revista Sociedade Militar

Click to comment

You must be logged in to post a comment Login

Leave a Reply

Mais acessados da semana

To Top