Forças Armadas

OPORTUNIDADE PERDIDA! Derrota política do PSL na região dos LAGOS – RJ

OPORTUNIDADE PERDIDA! Derrota política do PSL na região dos LAGOS – RJ

Nesse domingo um candidato militar concorreu pelo PSL, partido do presidente da república, às eleições suplementares para a prefeitura de Iguaba Grande, Rio de Janeiro

No sábado, véspera das eleições, foi que percebeu-se um esforço de última hora por parte de alguns membros do partido, como a Deputada Estadual Alana Passos, também militar. Mas, fora isso nenhum apoio significativo do PSL foi notado em momentos anteriores. Por parte do partido a coisa toda aconteceu de última hora.

No final de semana anterior o candidato contou foi com o apoio da Associação Bancada Militar para panfletagem e corpo-a-corpo nas ruas da cidade. A entidade tem como foco principal prestar apoio político para militares que se candidatam.

O primeiro colocado – Vantoil do PPS –  recebeu 5.114 votos, 35.7% do total de votos e Washington Tahin, do PSL, ficou com 3.188, 22% do total de votos. Participaram da eleição pouco mais que 15 mil eleitores.

Como jornalista e cientista eu considero que o partido do presidente simplesmente “deixou pra lá”, não se preocupou com a coisa como deveria. Enviou representantes na véspera!  O partido do presidente poderia estar hoje pela manha comemorando uma vitória! Em meio a tantas críticas contra o governo, o capital político que se ganha ao anunciar a vitória em uma eleição seria muito bem vindo.

Em um município onde JAIR BOLSONARO do PSL obteve 72% dos votos no primeiro turno das eleições de 2018 e 78% no segundo turno é inadmissível que o partido tenha se “esquecido” de investir na campanha de um candidato a prefeito que ainda por cima é militar  

Somado ao fato do simbolismo que há em conquistar uma prefeitura, seja de que município for, conquistar Iguaba Grande seria muito importante pelo fato de ser uma eleição suplementar, há pouco mais de um ano da eleição do ano que vem, o que facilitaria em muito a (re)conquista da própria prefeitura e talvez de várias cadeiras de vereador nas eleições ordinárias de 2020. O município tem um eleitorado pequeno, é verdade, mas a circulação de pessoas é gigantesca e a vitória poderia com certeza abrir caminho para a conquista de várias outras cidades da Região dos Lagos.

Um artigo que circula pelas redes- publicado pela revista FORUM, tem um título interessante: “Bolsonaro coloca máquina do PSL em campo mas perde eleições suplementares em Iguaba”. É uma grande mentira pois o partido do presidente evidentemente não se preocupou em apoiar seu candidato e muito menos enviou a “máquina do PSL”. A Máquina de ganhar eleições na verdade não existe. Todos lembram que a campanha do ano passado foi feita pelos próprios eleitores tendo como pilar o nome BOLSONARO, não foi encabeçada por uma grande e organizada estrutura partidária.

O PSL é o partido do presidente da república, de diversos senadores e deputados. Portanto, tem que se comportar como tal. Cada derrota é sim uma derrota de todos eles. Se o partido não aprender a trabalhar sofrerá uma derrota vergonhosa nas próximas eleições. Bola fora do PSL, na minha opinião faltou empenho e visão estratégica.

Robson Augustto / Revista Sociedade Militar

*O autor é Cientista Social, jornalista e militar da reserva

Click to comment

You must be logged in to post a comment Login

Leave a Reply

Mais acessados da semana

To Top