Forças Armadas

Comandante do Exército proíbe MILITARES de falar sobre o PL 1645

Como nunca se viu antes o comando das Forças Armadas tem feito o inimaginável para garantir que o projeto que eleva o salário dos GENERAIS para o teto da carreira do FUNCIONALISMO PÚBLICO seja aprovado. Seguidamente as forças têm publicado avisos de que seria proibido para militares – mesmo na reserva – se manifestar sobre assuntos políticos. A VEJA online publicou nota sobre o assunto nessa sexta-feira.

Analisada por uma equipe de deputados que nada entende do assunto e que tenta estende-la às polícias militares de qualquer jeito, a nova norma traz – escondidos entre o emaranhado de termos militares – absurdos como a concessão de uma gratificação de representação somente para os generais e aumentos de até 73% em adicionais que não alcançarão graduados na reserva da Marinha, Aeronáutica e exército.

A nova lei deve passar com tranquilidade pela comissão formada por cerca de 40 deputados leigos no assunto e – em grande parte – assustadiços diante de tanto poder representado por estrelas e galões.  Dos deputados que votam o PL 1645  mais da metade já foram homenageados pela Forças Armadas.

Grande parte dos parlamentares que participa da comissão pediu para ali estar com o único objetivo de incluir as polícias militares de seus estados .

Associações de militares, mesmo não reconhecidas pelo governo, tentam emplacar emendas ao projeto, mas alguns assessores parlamentares avisam que o Regimento Interno da Câmara não permite esse tipo de artifício já que se trata de um projeto de iniciativa exclusiva do Presidente da República. Por sua vez, as associações alegam que têm ainda uma “carta na manga”, que seria arrastar o projeto de lei para o Plenário do Congresso bastando para isso a assinatura de 51 parlamentares.

quero ver dar medalha pra comprar 513 deputados, vamos levar isso pro plenário decidir… “. Diz um ST do Exército na reserva em um grupo do facebook.

Revista Sociedade Militar 

Click to comment

You must be logged in to post a comment Login

Leave a Reply

Mais acessados da semana

To Top