Forças Armadas

“Uma bomba relógio de efeito retardado que explodirá no colo do presidente”. Representante de associações de graduados adverte Vinícius de Carvalho sobre afastamento das bases do Presidente

Nessa terça-feira a Revista Sociedade Militar foi informada de que graduados das Forças Armadas que estariam se sentindo prejudicados em sua luta por mudanças no Projeto de Lei 1645/2019 tentaram obter junto ao relator do projeto o mesmo espaço que ele tem dado à membros do Ministério da Defesa.

Representantes das associações de militares não têm sido recebidos pelo relator do projeto que – em contrapartida – recebe oficiais ligados a Assessoria Parlamentar do Comando do Exército a qualquer momento em que desejem lhe apresentar alguma sugestão. Durante as audiências públicas enquanto todos os representantes de policiais e membros da defesa contaram com 20 minutos para sua apresentação os representantes de associações de graduados tiveram seus tempos reduzidos para 10 minutos.

Associações encaminharam carta reclamação ao RELATOR nessa terça-feira. A carta – entre outras coisas – deixa claro que graduados das Forças Armadas não se sentem representados pela oficialidade já que possuem carreiras completamente distintas. O documento, segundo análise de advogado ouvido pela revista, poderá ser usado em ações com vistas a derrubar na justiça o PL1645, caso aprovado, na medida em que projetos de lei tem que ser amplamente discutidos pela sociedade.

Um dos advogados que representa as associações, no momento da entrega da carta, informou ao relator que devido aos prejuízos que podem ser causados aos militares de baixas patentes caso o PL 1645 seja aprovado há grande tendência de os graduados, tradicionais apoiadores de Bolsonaro, se afastarem.

os generais lhe deram uma bomba relógio de efeito retardado que explodirá no colo do presidente, considerando que a base eleitoral do presidente estava se afastando… … ele tentou argumentar dizendo que existia o ajuste fiscal…  “. Adão Farias

De fato isso já pode ser percebido na rejeição contra o deputado Hélio Lopes, observada em grupos de whatsapp e outras redes sociais. Hélio Lopes tem dito que associações de militares envolvidas nesse assunto querem apenas alcançar maior expressão política. “Desde o início de sua vida na política que Bolsonaro tem sido apoiado por graduados e perseguido pelos oficiais generais e é por isso que suboficiais e sargentos que não serão alcançados pelos benefícios gerados pelo PL1645 se sentem agora traídos“, explica um militar para a RSM.

Abaixo carta entregue em mãos ao Deputado Vinícius de Carvalho e também protocolada em seu gabinete.

Carta Ao Dep. Vinícius Carvalho – Revista Sociedade Militar by Editoria JC on Scribd

Revista Sociedade Militar.

Click to comment

You must be logged in to post a comment Login

Leave a Reply

Mais acessados da semana

To Top