Forças Armadas

Mais um membro titular da COMISSÃO do PL1645 reconhece que graduados saem perdendo se o texto atual for aprovado

Mais um membro titular da COMISSÃO do PL1645 reconhece que graduados saem perdendo se o texto atual for aprovado

“eu queria que todos fossem tratados com igualdade… se o PL for aprovado sem as alterações, a cota de sacrifício ficará restrita somente aos soldados, cabos e sargentos”

Até a semana passada o deputado Gonzaga Patriota era membro suplente da Comissão Especial que estuda o PL1645, nessa terça-feira ele assumiu como titular e comunicou no Plenário seu propósito de alterar o projeto do governo. O parlamentar é um dos que assinou o requerimento para que o texto seja discutido em plenário.

“Eu tive a honra de receber do Exército, da Marinha, da Aeronáutica as maiores Comendas e agora participo dessa Comissão do PL 1645. Quero que todos nesse PL sejam tratados com igualdade, pois está havendo algumas reclamações de sargentos, cabos e soldados que há uma diferença entre os graduados e os não graduados. Quero fazer aqui esse apelo e que chegue ao conhecimento de todos da Comissão”, disse o parlamentar do PSB-PE.

Para o deputado socialista a reformulação na reestruturação da carreira dos militares, precisa atender de maneira homogênea, equivalente e proporcional a todos os militares. “Porque sendo este Projeto aprovado na íntegra, como aqui apresentado, será o fim da integralidade, da paridade e da isonomia, entre os postos, dentro das carreiras dos militares”, avaliou.”

Revista Sociedade Militar

Click to comment

You must be logged in to post a comment Login

Leave a Reply

Mais acessados da semana

To Top