Forças Armadas

Militares do RIO absolvidos na justiça deverão ser reintegrados em até 90 dias, diz lei aprovada em primeiro turno no RIO DE JANEIRO

Militares do RIO absolvidos na justiça deverão ser reintegrados em até 90 dias, diz lei aprovada em primeiro turno no RIO DE JANEIRO

A proposta, que estipula que militares desligados por meio de processos disciplinares devem ser reintegrados em 90 dias caso absolvidos pela justiça  é assinada pelos deputados: Alana Passos (PSL), Alexandre Knoploch (PSL), Anderson Moraes (PSL), André Ceciliano (PT), Bruno Dauaire (PSC), Coronel Salema (PSL), Dr. Serginho (PSL), Filipe Soares (DEM), Filippe Poubel (PSL), Gil Vianna (PSL), Gustavo Schmidt (PSL), Marcelo do Seu Dino (PSL), Marcio Gualberto (PSL), Marcos Muller (PHS), Renato Zaca, Rodrigo Amorim (PSL), Rosenverg Reis e Subtenente Bernardo.

“Este não é de maneira alguma um projeto para defender a impunidade contra eventuais crimes cometidos contra policiais. É apenas uma forma de fazer a verdadeira Justiça e de reparar danos. Se o policial é acusado de um delito, perde o emprego por causa disso mas depois no trânsito em julgado é absolvido, por que ele deveria permanecer desempregado? Não faz sentido. Agora, é claro que todos os casos precisam ser analisados. Muitas vezes o policial é expulso por razões diferentes do crime que lhe foi imputado e do qual foi absolvido”, disse o deputado Rodrigo Amorim (PSL).

A justificativa é: “corrigir uma injustiça praticada contra a categoria durante os governos de Sérgio Cabral e Luiz Fernando Pezão (ambos presos)”

Revista Sociedade Militar

Click to comment

You must be logged in to post a comment Login

Leave a Reply

Mais acessados da semana

To Top