Militares/Leis/regulam,

Toque de apito para a Virgem de Nazaré gera polêmica nas redes sociais

Toque de apito para a Virgem de Nazaré gera polêmica nas redes sociais

A determinação do Comandante de Operações Navais, almirante de esquadra Leonardo Puntel, para que se “abrisse” toque de apito para a estátua que representa Maria, mãe de Jesus, chamada de Virgem de Nazaré em Belém do Pará, tem sido bastante comentada em círculos militares nesse final de semana. A homenagem ocorreu no final do cortejo que transporta a imagem peregrina nesse dia 12 de outubro de 2019, mais de 300 embarcações se inscreveram para participar do evento.

Alguns militares em comentários nas redes sociais e Revista Sociedade Militar apoiam o almirante, alegam que se trata de homenagem justa, consideram a imagem uma autoridade por ser uma estátua que representa para os católicos a padroeira do país, outros advogam em contrario, acham que a Marinha deveria se ater a somente transportar a imagem e garantir a segurança do cortejo fluvial e que pra ser justo agora a Marinha terá que homenagear da mesma forma entidades do candomblé e outros símbolos religiosos.

Polêmicas à parte, abaixo o vídeo com a inovadora ordem sendo posta em prática.

“imagem peregrina de Nossa Senhora de Nazaré, abre o toque”, determinou o Almirante.

Revista Sociedade Militar

Click to comment

You must be logged in to post a comment Login

Leave a Reply

Mais acessados da semana

To Top