Destaque

TURISMO – Buenos Aires – Dicas, turismo para militares, gastos reduzidos


Praça de maio – Buenos Aires

TURISMO – Buenos Aires – Dicas de bons passeios com gastos reduzidos

Mais um artigo da seção turismo da Revista Sociedade Militar – Brasil

Uma viagem a Buenos Aires hoje é bem acessível e pode ser realizada com um gasto compatível com o salário de militares de graduações e postos médios, normalmente com um poder aquisitivo considerado como de classe média. Veja abaixo de forma detalhada os gastos para viagem e hospedagem confortável para um casal em Buenos Aires por um período de cerca de 5 dias.


Pinturas no teto da Galerias Pacífico – Buenos Aires

Os itens com os quais você precisa se preocupar para realizar uma viagem confortavelmente geralmente são: Passagens, Hospedagem, Alimentação, Transporte e Comunicação. Se a viagem for para América do sul não é necessário o passaporte. Mas, lembre-se que sua identidade militar não vale como passaporte, somente a identidade civil. Contudo, se puder leve sua identidade militar pois ela pode aumentar o seu status e te ajudar em caso de alguma emergência.

O passaporte é recomendável, em todos os aeroportos e imigrações ele facilita bastante as coisas.

Ao final desse artigo os itens estarão devidamente explorados e você terá uma estimativa de gastos para sua viagem a Buenos Aires.

Passagens – R$ 3 mil

Comprando a passagem com certa antecedência os preços são mais em conta. Por exemplo, nesse mês de outubro as passagens de ida e volta RIO x BUENOS AIRES ou São Paulo x Buenos Aires para duas pessoas, agendadas para a segunda semana de janeiro de 2020, com intervalo de 4 dias entre chegada e retorno, totalizam um valor de cerca de 3 mil reais. As passagens podem ser adquiridas em até 12 vezes sem juros em empresas como Viajanet.

Hospedagem – R$ 600

A hospedagem em BUENOS AIRES em um estúdio com fogão, equipamentos de cozinha e aquecedor, ficam de 110 a 150 reais por dia, totalizando cerca de R$ 600 reais.

Muitas pessoas recomendam a hospedagem em PALERMO por conta da quantidade de restaurantes, pousadas e pontos turísticos, como o Jardim Japonês e parque EL ROSEDAL.


Jardim Japonês – Palermo

O parque EL ROSEDAL tem entrada franca. O jardim Japonês tem ingressos no valor de 80 pesos por pessoa.

Se você for se hospedar em um hotel ou pousada o preço ficará sempre acima de 100 reais por dia, em um local habitável e com o mínimo de segurança é claro.

A hospedagem em um estúdio ou apartamento com equipamentos de cozinha permite sempre que se faça a baixo custo lanches, sopas semi-prontas, um café etc., o que ao final de alguns dias pode acabar somando algumas centenas de reais. Se for ao mercado lembre-se de levar uma mochila ou sacola, na Argentina eles não as dão de graça como aqui ainda se faz.

A cidade de BUENOS AIRES é bem servida por ônibus e metrô. Mas, se você não é familiarizado com o espanhol e não quer perder tempo em estações de metrô o transporte por meio do UBER pode ser de grande ajuda. É preciso lembrar que o UBER não é legalizado ainda na Argentina e que por isso o motorista vai te pedir para sentar na frente, para não dar muito na pinta.

Comunicação – R$ 6,00

Para usar o UBER você vai precisar, é claro, de internet. O seu chip brasileiro não vai funcionar na ARGENTINA então o ideal é que você adquira um por lá. A Claro tem várias lojas no centro de Buenos Aires e se estiver com identidade ou passaporte você já sai delas com um chip desbloqueado, pronto para acessar internet, whatsapp e – principalmente – usar o UBER.

Uma loja da CLARO pode ser encontrada na Avenida de Mayo número 878, outra loja fica na avenida Florida a cerca de 100 metros do Obelisco. Nessas lojas um chip com carga de 1 GB com prazo de 7 dias sai por cerca de 90 pesos, equivalente a R$ 6,00. Comprando 2 chips, para o casal, fica tudo por 12 reais.

Transporte – R$ 400,00

Bem, uma viagem de UBER de PALERMO Hollywood até o aeroporto sai por 940 pesos, o equivalente a R$ 66,00. A distância é de 35 quilômetros aproximadamente.

De Palermo Hollywood até PUERTO MADERO o preço é de 282 pesos, cerca de R$ 19,00.

Se você se hospedar em PALERMO e usar o UBER 4 vezes por dia, de Palermo a Buenos Aires ou mesmo indo e voltando a locais mais próximos como o Jardim japonês ou parque Rosedal, gastará em média 80 reais por dia de transporte.

Alimentação

A alimentação é um item interessante. Em Buenos Aires e PALERMO a alimentação é algo considerado como de alto custo. Todavia, um almoço para duas pessoas em um restaurante considerado barato custa em média 700 pesos, o equivalente a 50 reais. Isso na verdade acaba sendo mais barato do que normalmente é em várias cidades do Brasil.

Em um restaurante considerado bom você gasta cerca de 1.200 pesos com alimentação e refrigerante para duas pessoas. Consideremos – portanto – que por dia se consuma um almoço em restaurante simples e jantar em restaurante médio, isso resultará em um total de 1900 pesos diários, 9.500 pesos em 5 dias. Em reais isso equivale a aproximadamente 650 reais. Obviamente haverá dias em que você pode não jantar, ou pode fazer um lanche a mais, em outros dias você vai em um restaurante mais caro.  Mas, a estimativa de gastos fica em R$ 650,00 que é um valor plausível.

Seguro Viagem

A Revista Sociedade Militar apurou que uma consulta médica pode custar até mais de 500 reais em um hospital particular em Buenos Aires. Portanto, é recomendável que se faça um seguro viagem. Para uma viagem de 5 dias a Buenos Aires esse seguro custa cerca de 160 reais para duas pessoas e cobre até 63 mil reais de despesas hospitalares, caso você precise usá-lo.

Passagens: R$ 3.000,00

Hospedagem: R$ 600,00

Alimentação: 650,00

Transporte: R$ 400,00

Comunicação: R$ 12,00

Seguro viagem R$ 160,00

Total: R$ 4.822,00

Obs: Janeiro e considerado ALTA TEMPORADA, as passagens aéreas em outros períodos são em média 50% mais baratas.

Revista Sociedade Militar

Click to comment

You must be logged in to post a comment Login

Leave a Reply

Mais acessados da semana

To Top