Geopolítica / Religião.

Pintura de ZAPATA GAY com sombrero ROSA causa polêmica no México

A justiça decidiu que a pintura de Emiliano Zapata completamente pelado e vestindo apenas um sombrero rosa e salto alto, pode ficar exposta no museu. Zapata é considerado um herói nacional, líder da revolução de 1910. Imagens antigas o mostram sempre com armas e poses militares.

Os descendentes do herói revolucionário mexicano ganharam apenas o direito de colocar ao lado da pintura um texto expressando seu repúdio.  Esses são os termos de um acordo anunciado na quinta-feira para neutralizar uma polêmica quente que sacudiu o México.   A exposição foi feita como uma homenagem a Zapata, uma figura imponente na história mexicana, no centenário de sua morte.

A coisa esquentou tanto que dezenas de agricultores indignados com a “pintura gay”  invadiram o Palácio de Belas Artes na terça-feira, ameaçando queimar a pintura e gritando insultos.  Ativistas LGBT responderam com um contra-protesto, indignados defendiam que ser retratado como GAY não seria ofensa contar ZAPATA ou sua família, levando a intriga às vias de fato, que deixaram um curador com o nariz quebrado.

Os descendentes de Zapata ameaçaram processar o pintor e o chefe do Palácio de Belas Artes, principal centro cultural do México, por “denegrir” sua imagem. O presidente Andrés Manuel Lopez Obrador, justamente quem declarou 2019 o “Ano de Zapata”, instruiu seu ministro da Cultura a intervir e daí veio o acordo que permite a colocação da objeção da família ao lado da “obra”.

Revista Sociedade Militar – Recebido de colaborador – verificado

Click to comment

You must be logged in to post a comment Login

Leave a Reply

Mais acessados da semana

To Top