Geopolítica / Religião.

Base americana atacada por terroristas islâmicos

Uma importante base militar usada pelas forças antiterroristas dos Estados Unidos no Quênia foi invadida por extremistas do grupo islâmico Al-Shabab ao amanhecer desse domingo, matando três membros do Departamento de Defesa americano, além de destruir aeronaves e veículos. As primeiras explosões e tiros foram ouvidos por volta das 5 horas da manhã no local.

Esse tipo de ataque, contra uma base bem montada, guarnecida por dezenas de militares norte-americanos, pode indicar que o grupo terrorista está se sentindo melhor preparado e/ou com melhores equipamentos.

Cinco terroristas morreram no ataque.

O AL Shabab assumiu a responsabilidade pelo ataque e emitiu comunicado dizendo que houve 17 baixas dos EUA, mais nove soldados quenianos mortos e sete aeronaves destruídas.

Foi o primeiro ataque do grupo ligado à Al Qaeda contra as forças americanas no país, e os militares classificaram a situação de segurança “fluida” várias horas após o ataque.

Uma declaração do Comando da África nos EUA, emitida depois que o al-Shabab divulgou fotos de aeronaves em chamas, disse que o aeroporto de Manda Bay “ainda está em processo de ser totalmente protegido”. O porta-voz militar queniano Paul Njuguna disse mais tarde que cinco atacantes estavam mortos.

A base tem menos de 100 funcionários dos EUA, segundo dados do Pentágono.

REVISTA SOCIEDADE MILITAR

Click to comment

You must be logged in to post a comment Login

Leave a Reply

Mais acessados da semana

To Top