Forças Armadas

General Santos Cruz diz que Ernesto Araújo quase transformou a bíblia em um plano de governo em seu discurso de posse

O general de reserva do Exército e ex-ministro da Secretaria de Governo, Carlos Alberto dos Santos Cruz, fez em entrevista para a BBC uma análise desse primeiro ano de Bolsonaro como presidente. O Militar disse que Bolsonaro não foi coerente com a sua principal bandeira, que era o combate a corrupção e que isso causou “desilusão para muita gente”.

O militar acredita que as mudanças no Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) , rebatizado de Unidade de Intel. Financeira (UIF) e as pressões sobre o diretor da Polícia Federal, Maurício Valeixo, foram pontos negativo importantes.

Santos Cruz, que tem viajado para vários países por conta de seu vínculo com a Organização das Nações Unidas, disse que a política externa de BOLSONARO é responsável por afetar negativamente a percepção de nações estrangeiras sobre o Brasil.

…  algumas posições chamam a atenção… posicionamentos como foi o caso da eleição na Argentina… voto na ONU em relação ao embargo de Cuba…(política externa) completamente ideológica desde o discurso de posse do Ministro das Relações Exteriores quase transformando a bíblia num plano de governo… ”

Sobre o alinhamento ideológico com o presidente o militar disse: “Eu não entraria em um partido hoje do presidente Bolsonaro de jeito nenhum. Ele tem valores que não coincidem com os meus; ele tem atitudes que eu acho que não têm cabimento…”

Revista Sociedade Militar

Click to comment

You must be logged in to post a comment Login

Leave a Reply

Mais acessados da semana

To Top