Forças Armadas / Polícia

Retaliações contra aliados de BOLSONARO – Witzel retira seguranças de parlamentares do PSL

Governador faz nova retaliação ao deputado bolsonarista Filippe Poubel 

Mesmo com decisão judicial proibindo a remoção de policiais que fazem a segurança em gabinetes de deputados bolsonaristas na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), o soldado PM Gabriel Monteiro foi retirado da equipe de segurança do deputado Filippe Poubel (PSL), conforme publicação desta quinta-feira (20/02) no boletim da Polícia Militar.

Poubel afirma ser mais um ato de retaliação do governador Wilson Witzel a quem faz oposição. “Nada mais que vem desse tirano de toga me surpreende. Agora ele descumpre uma medida judicial e, como se não bastasse, usa a máquina do Estado para fazer perseguição política. Ele, como operador do direito, deveria ser o primeiro a saber que não se descumpre uma medida judicial”, critica Poubel.

No dia 22 de novembro do ano passado, o governo Wilson Witzel determinou a retirada de agentes cedidos aos deputados Alana Passos, Anderson Moraes, Dr. Serginho, Fillipe Poubel e Márcio Gualberto, todos opositores do governador. Os bolsonaristas, no entanto, conseguiram anular a decisão no mesmo mês. A Justiça não viu ‘fundamentação’ ou ‘motivo plausível’ para retirar os servidores apenas dos gabinetes dos cinco parlamentares.

O deputado Filippe Poubel informou que vai recorrer novamente à Justiça para restabelecer o direito do PM Gabriel Monteiro permanecer em serviço na Assembleia Legislativa. Poubel vem seguindo orientações especiais da Secretaria de Estado da Polícia Civil, desde julho do ano passado, após relatório de inteligência da corporação identificar risco de sequestro e assassinato.

Com informações da Assessoria de Imprensa

Revista Sociedade Militar

Click to comment

You must be logged in to post a comment Login

Leave a Reply

Mais acessados da semana

To Top