Forças Armadas / Polícia

Gabriel Monteiro após 30 anos repete o fenômeno Bolsonaro e dá uma surra de mídia na cúpula da Polícia Militar  – A história do “MITO” se repetindo?

Gabriel Monteiro após 30 anos repete o fenômeno Bolsonaro numa luta de Davi contra Golias – A história do “MITO” se repetindo?

Exatamente a mesma coisa que aconteceu nos anos 80 com o atual presidente da república hoje ocorre com o soldado PM Gabriel Monteiro. Bolsonaro ousou – ainda dentro do governo militar – falar a verdade sobre o tratamento dispensado à tropa, se indispôs com o comando do Exército Brasileiro e só não foi expulso porque os generais temiam uma grande insurreição de graduados e baixa oficialidade. O então capitão, que depois das muitas manifestações públicas e punições não tinha mais perspectivas de ascender a altos postos no Exército, trocou a perspectiva de ser apenas mais um oficial queimado por um mandato de vereador. Jair Bolsonaro soube usar de forma magistral as “redes sociais” da sua época, nos anos 80 ele conseguiu até que um artigo de sua autoria fosse publicado na revista VEJA, o que fez com que se tornasse conhecido nacionalmente.

Com o soldado Gabriel Monteiro não ocorre de maneira diferente, ele é militar de uma corporação elitista na cúpula, que alça oficiais a altos cargos não necessariamente por sua carreira ou atuação frente aos problemas da sociedade, mas por causa de sua influência política.

Dribles

O jovem soldado, com menos de 25 anos de idade está dando dribles na cúpula da polícia militar da PMERJ, que tem – inusitadamente – batido boca com seguidores nas redes sociais. Esse caso torna evidente que regulamentos, leis e a própria ascendência hierárquica nas corporações militares tem que ser revista, percebe-se aí também um choque de gerações, onde um jovem bem habituado com as redes sociais e interação com o público dá uma grande surra nos quarentões que comandam a comunicação social e o próprio gabinete de crise da polícia militar.

Com mais de 1.6 milhões de seguidores no Youtube e 1.3 milhões no Instagram, nas redes sociais Gabriel Monteiro é muito mais influente do que a própria polícia militar do estado do Rio de Janeiro. Uma postagem sua, usando cálculo que diz que uma postagem é “transmitida” no mínimo para mais 3 pessoas por pelo menos 50% dos seguidores, cada mensagem do jovem policial alcança quase que instantaneamente cerca de 4 milhões de pessoas e vai crescendo exponencialmente em alcance ao longo do tempo.

O próprio governador Wilson Witzel, que busca a reeleição e até pensa em outras possibilidades, acaba em uma sinuca de bico já que como político precisa de visibilidade e aprovação. Se Witzel, que possui majoritariamente eleitores conservadores, apoiar a cúpula da Polícia Militar e o coronal IBIS, certamente estará atirando no lixo qualquer aspiração política para os próximos anos.

A própria Revista Sociedade Militar – publicação gerenciada por militares das Forças Armadas – em artigo publicado nessa quinta-feira, avaliou que é praticamente impossível que o jovem não seja eleito como vereador nas próximas eleições. Em 2022 ele será eleito como deputado federal, diz a revista. Se permanecer com o carisma que possui, somado a uma equipe que o auxilie na desenvoltura que já possui nas redes sociais o rapaz certamente alçará vôos gigantescos no mundo da política brasileira.

Revista Sociedade Militar

Link: https://www.sociedademilitar.com.br/wp/2020/03/gabriel-monteiro-apos-40-anos-repete-o-fenomeno-bolsonaro-da-uma-surra-de-midia-na-cupula-da-policia-militar-a-historia-do-mito-se-repete-40-anos-depois.html

Click to comment

You must be logged in to post a comment Login

Leave a Reply

Mais acessados da semana

To Top