fbpx
Forças Armadas / Polícia

Primeira pesquisa sobre INTERVENÇÃO MILITAR surpreende alguns. Intervencionistas discordam

Primeira pesquisa sobre INTERVENÇÃO MILITAR surpreende alguns.

Intervencionistas discordam dos números apresentados.

Ontem o instituto PARANÁ publicou alguns números de pesquisa realizada por sua equipe. Segundo os dados 67.6% das pessoas rejeita uma INTERVENÇÃO MILITAR NO Brasil.

pesquisa intervencao _8-46-41_No-00

Pesquisa publicada no ANTAGONISTA

O fato do assunto entrar na pauta de pesquisas de um instituto oficial pode ser visto como sinal de que o número de intervencionistas compõem uma parcela significativa da sociedade. A própria pesquisa comprovou isso.

O número de pessoas que aprovaria uma intervenção militar é bastante expressivo, 32.4%. 

Tanto em COPACABANA como na PAULISTA havia alguns cartazes e carros de som pedindo intervenção militar. Contudo, eram em número reduzido em comparação com os pedidos de impeachment, renuncia etc. 

O senhor J.Martins, reservista do Exército, 33 anos de idade, discorda do INSTITUTO Paraná. Ele disse:

essa pesquisa foi feita na PAULISTA, muitos intervencionistas não foram lá porque discordam do impeachment, o número de intervencionistas deve ultrapassar 50% dos brasileiros

Silas M., também reservista do Exército declarou que:

esse instituto todo mundo sabe que é ligado ao PSDB, por isso eles nunca divulgariam uma pesquisa que afastasse a possibilidade desse partido ficar de fora do governo …, se não me engano deram 6% de intenção para Bolsonaro”

Um militar da reserva, da Aeronáutica., 52 anos, disse:

“O número dos que são a favor da intervenção não me surpreende muito. Temos visto esse crescimento ao longo dos últimos meses. Isso se chama decepção, e acho que a pesquisa corresponde à verdade. A população brasileira sabe que ainda há chance do país ser endireitado. Percebemos claramente a justiça cumprindo seu papel e não vejo necessidade de trazer para o país uma guerra intestina”.

intervenção militar em copacabana 13/03/2016

Carro de som intervencionista em Copacabana. 13 de março. Imagem Emílio, Pesadelo dos Políticos

Em cima de um carro de som em São Paulo, nesse domingo, 13 de março, a ativista Cristina Peviani falava em nome dos intervencionistas. “ladrão não prende ladrão… hoje não é um dia de festa, nós queremos derrubar todo o governo”, disse.

Revista Sociedade Militar

15 Comments

15 Comments

  1. maria de nazare de albuquerque

    16 de março de 2016 at 3:12 pm

    pra que mesmo servi as força armada do brasil,que deixa milhões de brasileiro morrer de fome na fila de hospital que não tem medico e nem remedio somos tratado como prisioneiro nazista, não podemos mais ai supermercados o preço e verdadeiro assalto, fugir de criminoso ladrão em todas escala social do pais.
    somos uma nação muito rica não pra gente esta nesta situação,Brasil esta na mão de quadrilha bem organizada
    onde quase nada fonciona e somente a nossa policia federal, quando vai punir o ladrão vira ministro vc estão ganhando muito dinheiro. Exercito Nacional não se acovarde diante essa falsa Democracia que só existe de um lado só os deles.

  2. Christovam

    16 de março de 2016 at 1:34 pm

    Socorro…..Socorro……o Lula assumiu o País de novo..agora de forma oficial, ele está mais raivoso e revoltado que nunca….coitado do Povo que paga impostos, dos empresários, daqueles que dão emprego neste País. Ouvi dizer que se apoderará das reservas cambiais, para fortalecer o projeto ideológico do PT. Por favor Deus…por favor intevenção imediata…ou vai correr sangue…

  3. Helio Souza

    16 de março de 2016 at 11:52 am

    Lula aceitou ser ministro da casa “covil”!
    ¨¨
    ” O homem superior aprecia o valor ?
    O homem superior afirma que a retidão é o que tem importância. Um homem que se acha em situação superior e que possui valor sem retidão, será culpado de INSUBORDINAÇÃO.
    Um homem da class먨 mais humilde, que possui valor sem retidão, roubará”!
    ¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨
    Eis o retrato do Brasil.
    ” Ver o bem e não faze-lo é sinal de covardia”. (Mestre Confúcio)

  4. Nadia Bevilacqua

    16 de março de 2016 at 2:55 am

    SOU INTERVENCIONISTA. HA MUITO TEMPO VENHO POSTANDO NO FACE QUE ESSA POUCA VERGONHA QUE TOMOU DO PAIS SO TEM UM REMEDIO QUE A CURA DESDE A RAIZ:- INTERVENCAO JA,!

  5. Ailton Mendes dos Santos

    15 de março de 2016 at 11:10 pm

    Se as FFAA tiverem peito pra assumir de novo o poder, deverá ser demitido alguns generais medrosos.
    parlamentarismo ja esta em andamento desde hoje ás 22 h com LULA ministro ou secretário deste governo.
    Acorde senhores!!! os poderes ja violaram a constituição. os presidentes: Da republica, do senado e do congresso nacional todos sendo processados, o que esperam? O povo ja pediu intervenção militar. General
    do exército Eduardo Dias da Costa Vilas Boas.

  6. Germana

    14 de março de 2016 at 11:13 pm

    ALERTA!!!!! com a PEC 20-A, que quer implantar um semi-parlamentarismo. Isso será um desastre porque Lula já nomeou hoje um Ministro da justiça EX- MR8, amanhã vai assumir um Ministério ou uma secretaria e mandar de vez. Ou seja, vai aplicar o Golpe Comunista reprimindo as forças pacíficas de ontem. Vão tocar o terror nos interiores aonde não tem policiamento ideal, com grana (reservas cambiais) para o MST, CUT e demais “movimentos”.
    Eu não sou militarista, mas o Cenário é sombrio e se acontecer de a sociedade ficar refém deste plano, as FFAA tem que tomar uma posição. Nem que seja para arrumar a casa por alguns anos. A sociedade civil ontem deu um banho de civilidade, sem arruaça, pediram o que queriam. Enquanto isso os Bandidos só tem a alternativa do Golpe. Quando eles falam em golpe é porque eles é que estão se armando. O medo da população é: Será que as FFAA estão como o STF?

  7. Almanakut Brasil

    14 de março de 2016 at 10:58 pm

    Há militares que estão sob a sombra e a água fresca e temem até um Regime Militar!

  8. Leila Pereira

    14 de março de 2016 at 10:12 pm

    Primeiro tem que saber se a pesquisa é isenta, pois até a maneira com que as perguntas são formuladas são capciosas. Se a pergunta fosse : “se nada resolver, se a justiça falhar, você seria favorável?” Não tenho dúvidas que a maioria diria que sim. E estamos caminhando pra isso. Lula foi convidado pra ser ministro. Janot empacou no Cunha. Vem aí o golpe do parlamentarismo… Essa multidão ainda vai implorar ajuda aos militares.

  9. Celia

    14 de março de 2016 at 9:12 pm

    Não acreditem nas pesquisas. Todas vendidas.
    No facebook é o que mais se pede é pela Intervenção Militar.

  10. Almanakut Brasil

    14 de março de 2016 at 8:59 pm

    Isso dependerá das atitudes tomadas pelos vermelhos que perderem o controle dos próprios vermelhos!!

    Se militar tiver que agir, agirá com o povo gostando ou não!

  11. Paolo Hemmerich

    14 de março de 2016 at 8:57 pm

    De fato, se se concretizar a nomeação de Lula para um ministério de Dilma, objetivando se livrar do Dr. Moro (acreditando que o STF está em suas mãos), isso será a senha para que muitos se voltem para o Plano B, qual seja, a de uma IMC, nos restritos parâmetros determinados pela CF!!! Se o Poder Judiciário não cumprir sua função (e parece que não cumprirá, a contento), talvez não tenhamos outra saída!!!!

  12. rosan

    14 de março de 2016 at 3:57 pm

    Vi e vivi todo os Governos Militares, de 1964 a 1985; era estudante secundário e nunca tive problemas com o Regimão!!! Bons anos aqueles, onde havia educação, respeito e criminalidade zero!!!

  13. Regis

    14 de março de 2016 at 2:00 pm

    Ah, e mais uma coisa…. Resolvamos aceitar que esta pesquisa corresponda a realidade dos fatos e, tendo em vista o esforço que a esquerda Brasileira teve para tentar denegrir a imagem dos Militares, bem como, o marketing mentiroso e má difamatório que as FFAA e o regime militar sofreram, acredito que o nº de pessoas favoráveis a Intervenção Militar é muito expressivo,… . Agora, imaginem se a população for devidamente esclarecida sobre toda a verdade do regime Militar e os benefícios que ele trouxe ao nosso Brasil, qual seria o número de Cidadãos que iriam preferir os Milicos? Não sei, mas ouso dizer que seria quase 100%.

  14. Regis

    14 de março de 2016 at 1:42 pm

    Minha família e eu somos a favor de uma Intervenção Militar, e ninguém nos perguntou nada. Só aqui são 18 votos a favor. Com certeza esta pesquisa não condiz com a realidade. Outra coisa, o número de pessoas que querem que o governo caia mas não sabem quem poderia ocupar o lugar é enorme, compõe a grande parte dos manifestante, portanto, na minha visão, também são intervencionistas, só que ou eles não se deram conta disto ou não aceitam a opção, devido a lavagem cerebral que sofreram.

  15. Nina Rosa Diehl

    14 de março de 2016 at 1:33 pm

    Na minha opinião muitas pessoas gostariam de reviver a segurança,a honestidade e o progresso q o Regime Militar nos proporcionou e por não ser considerado “politicamente correto” se declarar favorável a IMC, muitos negam.Anos de mentiras sobre o período q os comunistas insistem em chamar de *ditadura militar* faz com q as pessoas não assumam o q intimamente querem q aconteça mas q anseiam desesperadamente! A solução pra acabar com essa pouca vergonha q sangra o país está com as FORÇAS ARMADAS DO BRASIL.

You must be logged in to post a comment Login

Leave a Reply

Mais acessados da semana

To Top