fbpx
Forças Armadas

Russos incentivaram ataques de radicais contra norte-americanos no Afeganistão no ano passado, informam agências

Compartilhe

Russos ofereceram recompensa por morte de norte-americanos no Afeganistão no ano passado (2019), concluíram agências americanas.

A inteligência norte-americana conclui que serviços de inteligência russos ofereceram recompensas a militantes ligados ao Taleban para matar forças da coalizão no Afeganistão – incluindo ataques a tropas americanas. Segundo o NYT, autoridades tem indícios de que a operação foi colocada em prática pela Unidade 29155, grupo ligado ao envenenamento com um agente nervoso em março de 2018 na Inglaterra, do ex-espião Sergei Skripal.

Parte da conclusão das agências veio da análise de interrogatórios de prisioneiros de guerra afegãos.

Acredita-se que militantes islâmicos, ou elementos criminosos armados intimamente associados a eles, tenham coletado realmente dinheiro da recompensa, disseram as autoridades. Vinte americanos foram mortos em combate no Afeganistão em 2019, mas não foi ainda divulgado quais assassinatos estão sob suspeita.

A descoberta já informada ao presidente Donald Trump, mas a casa Branca ainda não decidiu o que de fato será feito, se haverá retaliação ou uma exigência de pedido de desculpas formal.

Se de fato isso for exposto para o mundo com provas concretas pode haver uma escalada rápida na depreciação das relações entre russos e americanos e mais, poderia intensificar a chamada guerra híbrida. Operações para matar militares americanos ou ligados a OTAN seriam interpretadas como um ato de guerra? É a pergunta que hoje se faz em várias agência de notícias.

Sites americanos, europeus e do Oriente Médio e publicaram textos sobre o assunto, tal a importância da coisa. Em um nota o líder do Telebam, Zabihullah Mujahid, negou tudo.

Tais rumores nunca podem mudar a posição do Emirado Islâmico. Acreditamos que a implementação do acordo assinado com os Estados Unidos da América garantirá a meta de alcançar uma paz abrangente e permaneceremos comprometidos com ela no futuro, assim como agimos completamente. até agora. Anadolu Agency

Robson Augusto, Militar RRm, jornalista, cientista social.

Revista Sociedade Militar

Compartilhe
Click to comment

You must be logged in to post a comment Login

Leave a Reply

Mais acessados da semana

To Top