fbpx
Forças Armadas

Militares agendam manifestação para essa quinta-feira em frente ao Palácio do Planalto- “Pensionistas e militares de baixas graduações estão sofrendo”

Compartilhe

A Revista Sociedade Militar ouviu nessa quarta-feira Genivaldo da Silva, presidente da AMARP. O militar – na reserva – é um dos líderes de associações mais antigos do país. Junto com lideranças militares, de pensionistas das Forças Armadas e líderes de várias associações, incluindo algumas sediadas no Rio de Janeiro, ele estima que reunirá algumas centenas de pessoas na frente do Palácio do Planalto nessa quinta-feira a partir das 13:30.

as pensionistas estão sofrendo.. pensionistas de terceiro-sargento pagando 500, 600 de desconto e pagando aluguel… nunca deu pra comprar casa… o marido foi cabo por 15, 16 anos… eu fui 18 anos cabo… pra sair terceiro sargento…”

De fato, na medida em que o Ministério da Defesa “empurra com a barriga” a promessa de criar uma comissão para reparar os erros no PL1645, feita pelo governo Bolsonaro não foi cumprida após mais de 5 meses. Praticamente todos os dias a Revista Sociedade Militar recebe ligações de pensionistas e militares na reserva que não conseguem entender como os descontos aumentaram tanto.

Eles tiveram coragem de se reunir com o PT, ofereceram um almoço para a esquerda, mas se negaram a se sentar com nossas lideranças para ouvir nossos pleitos… eles mentiram, dizendo que sargento ia ganhar gratificação de comando, eles nos ameaçaram de prisão caso emitíssemos opinião… como não estar decepcionado“, disse um militar, sob condição de anonimato.

Atém do aumento absurdo nos descontos, as regras mudaram também em relação a atendimento médico para filhas de militares estabelecidas como dependentes segundo normas antigas, algumas estão sem saber o que fazer, idosas, sem ter onde ser atendidas em plena pandemia.

a gente nunca roubou… foi deixado pelos nossos pais, pelos nossos maridos…  eu sou uma mulher de 70 anos… eu não tenho como ser atendida em outro canto, não tenho como pagar um plano porque é muito caro, de repente vocês tiram o dinheiro da gente, a gente é tratada como se fosse cachorro… cortam o dinheiro… “.

Ouça o áudio abaixo

..

O PL 1645, hoje lei 13.954, foi aprovado de forma ágil no SENADO justamente porque senadores como Izalci Lucas retiraram emendas que poderiam atrasar o processo. Apesar de já haver passado 6 medes, ao contrario do que poderia-se esperar, a coisa não caiu no esquecimento e a amargura entre graduados, pensionistas e oficiais de baixa patente na reserva cada vez aumenta. Existem vários grupos na internet, alguns com mais de 800 pessoas, dedicados exclusivamente a discutir a questão.

Genivaldo mencionou a decepção da tropa ao perceber que Jair Bolsonaro novamente permitiu que militares das Forças Armadas permanecessem com salários que não chegam à metade do que recebem os militares das Forças Auxiliares do Distrito Federal. “um soldado PM ganha agora quase 8 mil, é justo, mas porque os militares das Forças Armadas não ?“, disse.

A liderança alerta a todos os militares das Forças Armadas que residem nas redondezas do Distrito Federal que já foram confeccionadas mais de 40 faixas para a manifestação que será, em suas palavras “pacifica, democrática e sem atos que atentem contra os bons costumes”.

Sociedade Militar

Compartilhe
Click to comment

You must be logged in to post a comment Login

Leave a Reply

Mais acessados da semana

To Top