fbpx
Forças Armadas

ATIRADOR DE ELITE, Uma ferramenta indispensável em CAMPOS DE BATALHA URBANOS.

Compartilhe

ATIRADOR DE ELITE, Uma ferramenta indispensável em CAMPOS DE BATALHA URBANOS

O atirador e sua arma têm sido componentes comuns no campo de batalha desde que o rifle fez a sua primeira aparição. Os desenhos e as capacidades destes tipos de arma são, salvo algumas exceções, semelhantes às armas comuns. Mas, suas habilidades são bastante ampliadas quando se acrescenta configurações especializadas, como mira telescópica de altíssima precisão, infravermelho, tripés etc.

Normalmente, além de bastante talento e habilidade, o que separa o atirador de elite dos demais soldados é a quantidade de treinamento e experiência. Certamente em meio a um grupo de soldados encontra-se muitos homens com habilidade para esse tipo de ação. Esse tipo de homem pode se tornar um atirador excepcional.

Contudo, é sabido que uma percentagem razoável de militares pode se tornar bons atiradores, bastando para isso, treinamento e dedicação.

Em cidades como o RIO DE JANEIRO, onde a capacidade de fogo dos marginais se compara a grupos guerrilheiros e mesmo a pequenos exércitos, o atirador de elite tem papel cada vez maior antes e durante as operações. Entre os militares que atuam na cidade do RIO DE JANEIRO é senso comum que um indivíduo portanto uma arma de guerra já matou, vai matar ou está planejando matar alguém, militar ou civil inocente. Por isso, se não se entregar imediatamente quando solicitado, muito provavelmente será eliminado e somente se tiver muita sorte sobreviverá. O procedimento será enquadrado como “legitima defesa de terceiros”.

O sniper tem sido um pilar dos exércitos em todo o planeta, tornou-se uma “solução” final, o homem designado para neutralizar desde um alto funcionário burocrático que influi na logística inimiga até um oficial de alta patente, ou um político.

    A polícia militar do Rio de Janeiro, que vive uma verdadeira guerra urbana, embora as autoridades teimem em dizer que o Rio é pacificado, tem cada vez mais usado o atirador de elite em favor da população carioca. Acompanhe o vídeo abaixo e observe a movimentação de um assaltante com refém, ele retira e coloca várias vezes o pino de uma granada, mas na sua inexperiência dá oportunidades francas para um bom atirador neutralizá-lo.

Uma das armas mais utilizadas atualmente para esse tipo de ação é a AW50, que garante um bom tiro em um alvo localizado até mais de 1200 metros.

 

http://sociedademilitar.com.br

Compartilhe

Mais acessados da semana

To Top